Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Review DC Comics’ Category

Sinopse: Enquanto se preparam para celebrar o casamento do Arqueiro Verde com a Canário Negro, os membros da Liga da Justiça têm que lidar com Lex Luthor e sua… Liga da Injustiça! Flash: conheça os Tornados Gêmeos! Mulher-Maravilha: depois do conflito, a busca pelo sargento Steel!

Liga da Justiça – Liga da Injustiça: Sem Limite, Parte 1: Um problema quando se tem uma história com vários vilões e vários heróis é que não sobre muito tempo para uma algo mais profundo. Despedida de solteiro do Arqueiro-Verde e da Canário, que vão se casar, rolando nesse especial da Liga da Justiça, com mais páginas. Então óbviamente temos mais heróis dos que os habituais da revista. Lex novamente está reunindo uma liga da Injustiça, não seu qualé o do nome breca, desta vez com dezenas de vilões. A história é isso. A liga dos vilões surra o novo Nuclear, mas não o mata, Batman, Arqueiro Vermelho, Mulher-Gavião e Diana vão atrás dos culpados, não conseguem dar conta e Mulher-Gavião foge para avisar o resto dos heróis, fim de história e continua na próxima edição. Entretenimento, fórmulas cliches e mais do mesmo, porém, nem por isso não deixa de ser divertido.

Mulher-Maravilha – Húbris, conclusão: A história começa contando o fim parcial da mini-série O Ataque das Amazonas. Depois disso o que temos são eventos sem graça, com Diana e Nemese tentando achar o chefão do Departamento de Assuntos Meta Humanos que foi capturado pelo Homem-Comum duranta a confusão da Guerra. História medíocre para uma personagem que poderia ser muito mais no universo da DC. Alias não sei porque Mulher-Maravilha tem histórias tão ruins.

Mulher-Maravilha – Biografias: Sem o rastro do Ataque das Amazonas, essa história que começa e fecha nesta mesma edição é “menos ruim”. Reconta um pouquinho a história de Diana, suas parceiras e origens. No fim um mensagem que não é recebida, deixando aquele gostinho sem graça na mente do leitor e Nêmese e a Mulher-Maravilha novamente trocando cantandas sem ir mais além do que palavras. Não que eu não ache que Diana não mereça mesmo um namorado, deixaria a personagem mais humana, já que ela é sempre meio robótica quando se trata de emoções humanas, mas o personagem de Nêmese não tem tanta simpatía quanto poderia ter e quase sempre parece que os desenhistas se esforçam para que o leitor aceite logo o personagem e um envolvimento romantico entre a dupla inicie…

Flash – Os Tornados Gêmeos, crescendo rápido, Parte 1: Mais aventuras com Wally West e explicações a respeito dos filhos do personagem, que cresceram demais para 1 ano de sumiço do universo DC. O mais legal de tudo é que os gêmeos tem poderes envolvendo a força da aceleração e ambos sofrem com esse processo de metabolização rápido. Interessante ver também como Linda, a esposa, acabou se adaptando a essa vida e estudou com aliens de outra dimensão o processo de cura ou amenização do metabolismo das crianças. Com certeza Wally voltou com muitas novidades e que abre um nova gama de aventuras para o personagem.

Read Full Post »

Sinopse Panini: A prévia do maior evento da DC começa aqui, trazendo as minisséries abrem caminho para a derradeira Crise! Adão Negro perdeu sua família e seu país nas mãos da Intergangue e dos Quatro Caveleiros… e teve seus poderes retirados por Billy Batson. É hora de conquistar tudo de volta! E por falar nos Quatro Cavaleiros, você não achou que eles ficariam sumidos por tanto tempo, achou?

Os Quatro Cavaleiros do Apocalipse: Ressurreição e A Marcha da Morte: Essa nova revista da Panini tem apenas um defeito… exige que o leitor tenha lido 52. Apesar de que você é um zero à esquerda se for leitor da DC e não tiver lido 52. Mesmo que a Panini tenha colocado um resumo na contra-capa da revista, o leitor só vai apreciar as histórias, se já tiver no universo que 52 criou e dos eventos que os 4 Cavaleiros do Apocalipse ocassionaram na premiada série. Pois bem, os 4 seres se originaram de Apokalips e Adão Negro matou todos antes de perder seus poderes. A nova saga começa numa investigação feita pelo Superman e Batman, que acreditam que os 4 monstros não morreram definitivamente e estão para ressuscitar a qualquer momento. Dito e feito, no primeiro capítulo temos os seres renascendo em corpos humanos. A história em si é bacana, o enredo bem interessante e o clima envolve o leitor que tem conhecimento prévio dos personagens. Na segunda parte da história Super e Batman encontram os 4 Cavaleiros, mas não conseguem impedir com que eles troquem de corpos – de humanos para monstros. A história promete mais ainda na próxima edição.

Adão Negro – A Era das Trevas, parte I e II: Apesar de bacana a história dos 4 cavaleiros, tenho que admitir que a curiosidade de leitura era muito maior com relação a história de Adão Negro. Isso porque em Contagem Regressiva o personagem está com os poderes de volta – entregou eles a Mary Marvel depois. Esta é a saga que mostra como Adão recuperou seus poderes, tentou reviver Ísis e ainda envolve mais uma das sub-tramas de 54 – Fausto e sua prisão na torre do Destino por Ralph Dibny, que era uma continuação da trama de Crise de Identidade de 2 anos atrás, foda para qualquer leitor novato ficar completamente por dentro. O clima realmente das histórias de Adão são melhores, o suspense, as cenas e até mesmo os diálogos empolgam. Mas no final das contas é um material extra que está saindo no Brasil e que só vai ser bem aproveitado pelos leitores que vem acompanhando todo esse “Prelúdio” que a DC vem fazendo desde Crise de Identidade.

Read Full Post »

Sinopse Panini: Edição especial comemorativa! Superman & Batman: o ataque repentino a uma plataforma espacial mostra ao Homem de Aço como seria enfrentar os…Novos Titãs! O Bravo e o Audaz ganha uma nova casa, com a republicação da primeira história da série e a continuação de Os Donos da Sorte! E mais: A estréia de Canário Negro!

Superman & Batman – Luz Negra: O Dr. Luz ganhou desde Crise de Identidade importancia no universo DC, pena que depois da premiada e elogiada saga, o vilão não teve bons momentos e nem foi colocado sobre situações interessantes pelos roteiristas da DC. Aqui temos uma história meio sem pé e nem cabeça. No final de tuda essa coisa horrorosa de história, um misterioso vulto recruta o vilão e um recado de que só saberemos quem é e para onde o Dr. Luz, nas edições da revista Liga da Justiça. Lamentável. A pior coisa do mix.

Canário Negro – Vivendo em Pecado, Parte 1: O melhor dos mix, acabou sendo as duas história da Canário, que está prestes a casar com Oliver Green, o Arqueiro-Verde. Lembranças de uma aventura de quando ambos se conheceram. Mas toda a primeira parte envolve a preocupação de Dinah em aceitar o pedido e de situar Sin, sua filhinha adotiva (isso ocorreu meses atrás e foi por isso que Dinah abandonou a Aves de Rapina).

Canário Negro – Vivendo em Pecado, Parte 2: A segunda parte da história é vista pelo angulo do Arqueiro-Verde, com mais uma história do passado do casal. Sin em sua nova escola está segura. Pelo menos é o que todos acham até Merlyn a raptá-la. As histórias envolvem o leitor e a batalha de Sin na segunda parte é de impressionar, mostrando que a pequeninha é muito mais do que uma criancinha indefesa. Pena que a continuação só na próxima edição.

O Bravo e o Audaz – Os donos da sorte: Roleta, Parte 1: Uma republicação de uma história que apareceu em Melhores do Mundo Nº12. Com o cancelamento da revista, a Panini jogou a nova série em S&B. O que eu disse em questão sobre história quando fiz o review de MM12: “O Bravo e o Audaz – Os Donos da Sorte, Parte I: UAU, sensacional a nova série que a Panini trouxe ao mix MM!! A cada história 2 heróis do universo DC trabalhando juntos! A primeira parte desta história acontece com Batman e Hal Jordan, o Lanterna Verde. A história é até interessante, com um mesmo cadáver aparecendo em vários pontos da Terra. Todos iguaizinhos. Depois de uma batalha na Batcaverna, a caçada a esse mistério migra para Las Vegas! No fim a primeiro parte termina sem muita a ser explicada. Mas acaba levando Jordan ao espaço a um planeta chamado Ventura. Supergirl e Lanterna Verde na próxima edição!”

O Bravo e o Audaz – Os donos da sorte: Ventura, Parte 2: Depois de 3 meses esperando, O Bravo e o Audaz está de volta. A continuação não deixa a peteca cair e tras uma história divertida, bem desenhada e cheia de ação envolvendo Hal Jordan e a Supergirl em uma aventura nos confins da galáxia. Gostei, principalmente porque tem alguns momentos em que a história consegue supreender o leitor e o final é tão bom quando a primeira história. A próxima terá o Besouro Azul e Batman como protagonistas. Hal Jordan continua perseguindo o ladrão de um artefato extremamente perigoso – roubado na primeira história -, porém Supergirl acabou ficando presa no planeta Ventura.

Read Full Post »

https://i0.wp.com/www.paninicomics.com.br/img/collanaNews/2073.jpg

Sinopse Panini: Novos Titãs: o grupo ganha novos membros e surge uma ameaça vinda do futuro Robin: Tim só quer entregar o presente de Dia dos Pais para Bruce, mas um bando de vigilantes pode mudar seus planos! Renegados: o início de Os 5 Desafios, onde a equipe passará por profundas transformações!

Novos Titãs – Transição: O rodízio de heróis que estão entrando e saindo no grupo dos Titãs finalmente está chegando ao fim. Isso combina muito bem com o tótulo desta história. Aqui temos o grupo praticamente completo, com exceção do Besouro Azul, que recebe o convite mas ainda não entrou oficialmente. A história tem ótimo momentos com o grupo relembrando acontecimentos do falecido Kid Flash e Flash – Bart Allen, com momentos muito hilários como Bart pilotando a nave do Batman. A trama é bem montada pois enquanto temos estes momentos de notalgia, ainda temos os heróis da Liga sendo capturados ao fundo sem danificar a linha do enredo. Sem mencionar que uma batalha com o fodão e hilário Lobo sempre cai bem indepente de que revista ele faça uma ponta. Com certeza Novos Titãs está entrando nos eixos e novamente voltando a ser a excelente revista que era antes da Crise Infinita e toda essa bagunça de membros.

Renegados: Os 5 desafios – Os imperdoáveis, Parte 1: E aqui temos outra bela adição a revista, Os 5 desafios irá reconstruir o grupo Renegados sobre o comando do Batman, que como líder é sempre uma agulha enfiada debaixo da unha. Cada aventura mostrará 2 heróis que devem – ou não – entrar na nova formação. A primeira história traz o Capitão Bumerangue Jr. e Asa Noturna numa missão espacial que envolve a criatura Químio, sim, aquela que destruiu Bludhaven. Eu, particularmente, achei muito bacana o enredo e a argumentação final que obriga Dick e Owen a discordarem e brigarem entre si. No fim, Capitão Bumerangue Jr. acaba sendo recrutado no Xeque-Mate e Asa Noturna apesar de ser aceito pelo critério de avaliação de Batman, recusa participar do novo grupo. Sensacional início!

Renegados: Os 5 desafios – A rainha de espadas & o rei dos mortos, Parte 2: A segunda aventura não chega a ser tão empolgante como a primeira. O cenário muda drasticamente, agora é Katana que está sendo avaliada. O capitão Marvel está ali para auxliar a heroína. A história é meio confusa e o leitor que não está tão bem situado no universo de Katana fica meio perdido em torno dos acontecimentos. Nem vou me dar o trabalho de dar mais detalhes, mas no fim, Katana é a primeira oficialmente a entrar nos Renegados.

Robin – Doze homens furiosos: A revista fecha com uma aventura com muita ação de Tim. É dia dos pais e Robin pretende chegar na mansão Wayne para comemorar a data com Bruce, que meses atrás virou oficalmente o pai de Tim. O problema é chegar até lá. O Júri, uma organização de justiceiros que atuam de moda violenta a justiça, acaba entrando no caminho do Robin. A história tem um final bacana, mas o que conta mesmo é a batalha que dura 80% da HQ contra a organização. Divertida, com um final que mostra o belo relacionamento que Bruce e Tim estão após todos os desastres de Crise Infinita e que tem não mais do que o propósito de entreter o leitor. No final das contas, é isso que importa.

Read Full Post »

Sinopse Panini: Numa série de reviravoltas, Batman descobre a identidade do assassino, mas talvez isso não garanta sua sobrevivência e do Clube dos Heróis! E o Homem-Morcego deve impedir que o Trio Terrível seja exterminado! Mulher-Gato: as Banas levam a guerra à casa de Selina! E ainda: Asa Noturna.

Batman – O cavaleiro das trevas tem que morrer! Sem dúvidas a melhor história da revista. Tem o clima de filme-B, os desenhos e traços, inclusives dos quadrinhos tem características únicas e toda a trama de quem é o próximo a morrer e quem é o verdadeiro assassino fazem o que devem fazer: prendem o leitor do começo ao fim. Admito que não gostaria de uma revista apenas com histórias assim, mas que vez ou outra é bacana sentir esse clima nostálgico. Claro não vou dedurar quem é o vilão, esse é o melhor gostinho da história.

Asa Noturna – 321 dias, Parte 2: A nova saga do herói começou bem devagar e nesta segunda parte, apesar de alguns avanços, ainda assim a trama se arrasta. Também não consegui adivinhar porque a saga se chama 321 dias. O comecinho desta segunda perta, mostra em 2 páginas o momento em que Dick abandonou Batman e o manto de Robin. A mocinha por quem o heroi não deve se apaixonar ainda não mostrou realmente qualé a dela, o vilão Vigilante ainda não está muito bem revelado, afinal o original morreu ou não? se morreu, quem é o novo Vigilante? O pior é que é um vilão na qual o leitor não dá a mínima. É um mistério que não empolga. No fim, Dick – não em seu papel de Asa Noturna – é capturado. As histórias do personagem melhoraram, mas ainda precisam de mais agilidade e características próprias.

Mulher-Gato – A vida durante a guerra, Conclusão: A atual fase de Selina continua empolgante. A personagem anda perdida desde que ganhou uma filha. Tentou abandonar o manto, mas não conseguiu. Perdeu sua substituta e agora precisa achar seu lugar no mundo. Depois de toda a agonia que passou na última saga, quando sua filhinha quase foi morta, Batman teve a coragem de recrutar Selina para uma missão envolvendo um clá de Amazonas – não são na verdade – só para a saga ficar meio colada com a saga “O Ataque das Amazonas”. A conclusão da saga segue agonizante, com seus vem e vai e com a Mulher-Gato sempre mais determinada a dar um tempo nessa vida de herói. Mais uma saga bacana, mas já está na hora de dar um rumo a personagem.

Batman – Triagem: Sinceramente é a história mais fraquinha da revista. Vilões com cara de bicho, um querendo se vingar do bando e um que se finge de morto, mas na realidade nem está. Bem sem graça. Não curti, para um personagem como Batman, os vilões habituais são bem mais interessantes.

Read Full Post »

https://i0.wp.com/www.paninicomics.com.br/img/collanaNews/2075.jpg

Sinopse Panini: Um dia na vida dos membros da Liga da Justiça durante o plantão no monitor! SJA: enquanto Liberty Belle tenta impedir que Detonador cometa o maior erro de sua vida, Starman ajuda Poderosa a fazer uma grande descoberta! Flash: a nova jornada do velocista! E ainda: Mulher-Maravilha!

Liga da Justiça – Plantão de Monitor: O novo grupo foi formado, já participou de uma operação com a nova SJA e nesta edição há uma pequena folga as aventuras do grupo. Um dia no plantão de monitor da Liga. Claro que ainda com algum conflito e soluções não resolvidas, como o problema de Vixen e a incapacidade de copiar poderes animais. Uma história bacana e de rotina, um por trás dos bastidores. Entretanto é curioso ver que Aquaman e o Caçador de Marte espionando o novo grupo, já que ambos passaram por sagas conturbadas em suas revistas. Aquaman original não morreu? Quando que o novo comeceu John? E o Marciana verde também está meio perdido na cronologia atual da DC, o que ele está fazendo? Ainda mais depois daquela saga que ele achou alguns marcianos semelhantes a ele e no fim não eram. Estranho, mas espero que isso fique mais claro no futuro.

Flash – Justiça Relâmpago: Wally West está de volta!! E você nota já na primeira página que a coisa vai melhorar para a revista do Flash. Wally é bacana. Ele já mete o pé na sua revista novamente, sai corrento e pega o principal responsável pela morte de Bart Allen (edição passada) e o pune congelando o cara para sempre num fluxo de tempo lento. Demais! Só existe um furo… o que diabos aconteceu com Wally e onde ele estava nesse tempo que ele sumiu ao fim da Crise Infinita? Só ficou claro que ele nunca pretendeu voltar. E porque diabos os gêmeos bebês dele com Linda estão adolescentes passado apenas um ano? Mistérios para próximas edições.

Sociedade da Justiça da América – Sinos e Apitos: É a Liga da Justiça antiga, sem os heróis famosos da molecada. Mas há momentos que as histórias da SJA são mais empolgantes e legais do que a LJA atualmente. Como o grupo teve um período no limbo e retornou com a intenção de treinar a nova geração de heróis, ainda estamos naquele período de conhecimento e apresentação dos mesmo. Nesta edição aprendemos um pouco mais sobre os casados Jesse Chambers (Liberty Belle) e Rick Tyler (Homem-Hora). Há e um momento interessante com o Detonador, mostrando o quanto instável sua personalidade é. Entretenimento sem compromisso e que permite deixar o leitor por dentro destes personagens.

Mulher-Maravilha – Húbris, parte 1: Mais história e conexões com a despedaçada saga O Ataque das Amazonas. Porrada, briga, não sabemos que fim terá essa saga por aqui. Metade da edição é ação descerebrado que só dá para entender e apreciar direito lendo a saga principal, da metade pra frente a coisa engrossa e fica alucinante. Mulher-Maravilha vai a Themyscira, lar das Amazonas para salvar seu parceiro ferido por um veneno. Aí tudo vira de pernas para o ar, um míssel atômica invade Themyscira e Mulher-Maravilha tenta impedir o impacto inevitável, mas o míssel tem qualidades mágicas. No fim, Atena deusa da guerra aparece, impede o míssel e resolve atacar Diana, pois já está de saco cheio de suas reclamações. O_O Continua na próxima edição…

Read Full Post »

https://i0.wp.com/www.paninicomics.com.br/img/collanaNews/2074.jpg

Sinopse Panini: Edição especial comemorativa com o início de novos arcos! Superman e Batman saem em busca de um misterioso kryptoniano! Supergirl enfrenta um grande dilema em O Ataque das Amazonas! E mais: Conheça o passado do mais novo grande herói da DC: o jornalista Jimmy Olsen!

Superman – Especial Jimmy: Uma história muito bacana e sem compromisso, recontando a origem de Jimmy Olsen, como ele conheceu o Superman, Clark, Lois e Perry. Como conseguiu o emprego no Planeta Diário, um pouco sobre seus pais. História bem simpática e cativante. Jimmy é importante a DC atualmente devido a seu envolvimento em Countdown onde ele acaba de ganhar estranhos superpoderes.

Superman – Jimmy Olsen: 3-2-1 Ação!, Parte 1, Escolhas: Depois desse Flashback, voltamos ao período atual DC e vemos uma história interligada a Contagem Regressiva. Jimmy agora que tem superpoderes, precisa aprender como ativá-los e tormar a difícil decisão: Deve se tornar um super-héroi? Promissor o arco, mas ainda não sabemos de onde e como funcionam estes poderes de Jimmy, pode tudo não passar de um enorme engodo.

Supergirl – Nenhuma Boa Ação: Mais uma história atrelada a pelo menos 2 revistas: Novos Titãs 50 e a Mini-Saga O Ataque das Amazonas. Moça-Maravilha e a Supergirl foram persuadidas a abater o avião do presidente dos EUA. Aqui vemos como esse ato refletiu na heróina. Ela tentando ajudar no resgate no avião e logo em seguida remediar seu ato confrontando as Amazonas em Washington. História bacana apesar de atrelada em outras revistas, mostrando que aquela fase de “moleca” acabou e agora as coisas tem grandes chances de melhorar em suas histórias.

Superman – O Terceiro Kryptoniano: A revista termina com a única história com o Superman como personagem principal. Faz algum tempo que os leitores sabem que existe um Kryptoniano na Terra sem identificação, a saga irá revelar quem é o dito-cujo. Por enquanto não foi revelado, a história se passa antes do arco último filho, então Chris, o kryptoniano que Clark adotou ainda participa da história e conhece o Robin. Gostei bastante da história e o fato de Chris se tornar um parceiro mirim do Superman. Gostaria que o menino não tivesse se perdido novamente na Zona Fantasma na conclusão do saga O Último Filho. Resta torcer para o menino voltar em algum futuro. Na próxima edição está prometido a revelação do suposto Kryptoniano.

Read Full Post »

https://i0.wp.com/www.paninicomics.com.br/img/collanaNews/2030.jpg

Sinopse Panini: Mulher-Maravilha: história ligada ao megaevento O Ataque das Amazonas! Para acabar com uma guerra, mãe e filha enfrentam-se numa batalha mortal! Flash: o Velocista Escarlate encara seu destino! E ainda: a Legião dos Super-Heróis chega ao final de sua busca pelo Cósmico!

Última edição de Melhores do Mundo!

Flash – Velocidade Máxima, Conclusão: Do que se trata esta história? A morte de Bart Allen. Simples assim. Agora que Wally West voltou de seja lá onde ele estava desde o fim de Crise Infinita, a DC precisava se livrar de Bart, e como ele cresceu naquele tunel de aceleração, não dava para regredir o personagem fazendo ele virá um Titã novamente – se bem que tenho minhas dúvidas. Não é nenhuma surpresa necessáriamente, já que desde que está saga começou e a avó do futuro de Bart voltou para dizer que ele ia morrer, já sabíamos de seu destino. Quanto ao modo como ele morreu? Espancado pela galeria dos vilões. A única coisa que eu espero é que eles não saiam impune dessa. Agora é esperar pela volta de Wally West!!

Legião dos Super-Heróis – Resgate Cósmico, Conclusão: Esta edição está marcada pelo breve período que os brasileiros puderam acompanhar uma fase bacana da Legião. Pois é, Legião novamente se despede dos brasileiros, felizmente a Panini gostou da recepção do grupo por aqui e já prometeu que irá tentar futuramente encaixa-los em algum de seus mixes, mas só futuramente já que ela avançou o quanto pode com as histórias do grupo. Aqui temos alguns momentos interessantes, como o retorno da Supergirl ao período correto na cronologia da DC, e muito bem explicado porque ela não se lembra de nada. Temos a “re-origem” de Pulsar e porque ele apareceu tão desordenado na saga do Relampago. è uma bela fase que se encerra, ficando apenas uma resposta no ar, cadê o Cósmico?

Mulher-Maravilha – Amor e Morte, parte 5:
Sinceramente? Não gostei desta história, que se resume em pancadaria do começo ao fim e o confronto sem resolução entre Diana e sua mãe. Trama amarradíssima a saga O Ataque das Amazonas. Como não estou acompanhando esta saga porque a Panini não a distribuiu corretamente em todo o Brasil, não há muito o que retirar desta história.

Read Full Post »

https://i0.wp.com/www.paninicomics.com.br/img/collanaNews/2033.jpg

Sinopse Panini: Renegados em Xeque: momentos de terror para os heróis. À mercê de Chang Tzu, Bumerangue e a Rainha Negra só podem contar consigo mesmos enquanto são torturados. Xeque-Mate: a realeza da agência de espionagem é surpreendida pela chegada de um novo Bispo Negro. E ainda: Pacto das Sombras contra Doutor Gotham!

Última edição de Universo DC!

Pacto das Sombras: Encerra, pelos menos por enquanto, as histórias de Pacto das Sombras no Brasil. O final é emocionante com o confronto tão esperado contra o Dr. Gotham. O cara é tão maluco que invocou um vulcão em erupção no meio de Chicago. A aventura é bem surreal, com o Pacto correndo contra o tempo para socorrer a população e ainda assim derrotar o vilão. Sensacional ver Sombra da Noite teletransportando predios inteiros para sua dimensão. Enquanto isso no Inferno há o bem bolado diálogo entre os chefões do lugar com o advogado humano do Demônio Azul, huahuahuaauh. No fim é uma bela aventura de despedida do Pacto.

Xeque-Mate: Temos a 5ª parte de Renegados em Xeque e que depois conclui em Novos Titãs 50 – na qual já fiz o review. Essa primeira parte consiste esencialmente em mostrar a sessão de tortura de Asa Noturna e Sasha Bordeax nas mãos de Chang Tzu, para depois Batman resgata-los na conclusão. A última história da revista, mostra como ficou a relação de Sasha e o Sr. Incrível após seu resgate da Ilha Oolong em Titãs 50 e como isso por eventualmente afetar a organização Xeque-Meta. O caso é que tudo termina com um “FIM?”, mostrando o Mestre dos Espelho tirando algumas fotos comprometedoras do casal. Alias a Panini já demonstrou interesse em encaixar Xeque-Mate assim que possível em alguma de suas revistas atuais, mas como eles adiantaram um pouco os acontecimentos, é provável que Xeque-Mate só volte em 2009.

Read Full Post »

https://i0.wp.com/www.paninicomics.com.br/img/collanaNews/2028.jpg

Sinopse Panini: Liga da Justiça: soterrados, Arqueiro Vermelho e Víxen lutam desesperadamente por suas vidas enquanto segredos da heroína são revelados. LJA Arquivos Confidenciais: a sensacional conclusão de Fantasmas de Marte e uma aventura completa da Liga em Qward!

Liga da Justiça – Escombros: Não é a toa que esta história foi premiada lá nos EUA. Ela é extraórdinária. Os desenhos, a narração, a conversa… Não tenho nem o que escrever. Arqueiro-Vermelho e Víxen foram soterrados por um prédio que caiu num lado. Não importa como aconteceu ou quando aconteceu, o problema é que ambos desmaiaram e acordaram soterrados. A história mostra a angústia dos herois tentando sobreviver. Para dar a sensação se sufoco, a cada quadro e a cada página, tudo vai diminuindo. Simplismente demais, só lendo para entender.

Liga da Justiça Classificada – O resto da revista você pode jogar fora. Conclui uma história que se passa antes de Crise Infinita envolvendo o Caçador de Marte e mais uma daquelas crises internas e mentais dele. E a outra história é pior ainda, é mais ainda do passado da Liga, sei lá de quando, mas deve ser do ínicio, com Arqueiro-Verde, Gavião Negro, Mulher Maravilha, Hal Jordan e Átomo. Sinceramente ela não serve nem para entreter de tão ruim que é. Temos que ficar felizes porque daqui pra frente acabou esse negocio de Liga Classificada. Argh…

Read Full Post »

Hora de colocar os reviews da DC comics em dia!

https://i0.wp.com/www.paninicomics.com.br/img/collanaNews/2027.jpg

Sinopse Panini: O Espantalho escapa mais uma vez do Asilo Arkham, mas agora ele parece estar mais determinado do que nunca! Só o Cavaleiro das Trevas é capaz de deter a onda de loucura em Gotham! Mulher-Gato: Selina e Holly encaram a ameaça de Foice e Martelo enquanto tentam proteger a pequena Helena.

Batman – Absoluto Terror, Parte 1 e Conclusão: Esta é a última edição antes da reforma da Panini. A revista trás uma história em 2 partes, mostrando o Espantalho sobre a idéia pós “um ano depois” que abriu uma nova cronologia na DC Comics. Aqui temos o vilão Espantalho sobre uma nova ótica, mais mortal e menos hesitante. As histórias são bacanas, tem aquele clima de suspense e de mistério, mostrando que Crane sabe realmente se um vilão de primeira categoria mesmo quando não tem seu pó do medo. Mas é claro que ele não supera o medo que Batman sabe muito bem instigar. Uma aventura de começo, meio e fim. Valeu a leitura.

Mulher-Gato – A Morte da Mulher-Gato, Parte 2 e Conclusão: As 2 histórias com Selina é bem mais empolgante e importante a cronologia da personagem. Aqui tudo que Selina construiu após “1 ano depois” é desmoronado, sua nova identidade, sua parceira, tudo… A ação é quase que ininterrupta e o desespero de ambas as atuais Mulher-Gatos é de angustiar. Na primeira história temos o desfecho da invasão ao prédio onde Holly está cercada de policiais e dos vilões Foice e Martelo. Selina entra com tudo na briga. Nem tudo sai perfeita e a luta com os vilões acabam se arrastando até o apartamento de Selina, onde sua filhinha, ainda bebê, está. O desfecho apesar de não causar a morte de nenhuma das 2 heroínas, não é necessariamente feliz…

————————–

https://i0.wp.com/www.paninicomics.com.br/img/collanaNews/2072.jpg

Sinopse Panini: Batman: os Homens-Morcego de diversas nações se reúnem para um encontro nostálgico, mas um inesperado visitante tem outros planos. Mulher-Gato: com supervilões e a polícia caçando Selina e Holly, medidas drásticas são necessárias! Asa Noturna: o passado cobra seu preço.

Batman – A Ilha do Sr. Mayhew, Parte 1 e 2: Agora sim, a nova Panini reformulou tudo. Aqui tudo recomeça em novas histórias. Batman ganha 2 histórias envolvento um mistério numa Ilha. Os personagens são um antigo grupo de super-herois que Batman participou na Era de Prata da DC Comics. Hoje os mesmos já estão envelhecidos ou aposentados. É bem esquisito ver isso, mais ainda é situar o Batman de hoje nesse super grupo. A história é clássica dos filmes de mistério. Assim que todos chegam na Ilha, seus transportes explodem, e alguem do grupo morre. O vilão fala por vídeos. Ninguém sabe quem é, o anfitrião, Sr. Mayhew está morto. E agora? Quem é o resposável pelas mortes? Sensacional! Pena que o fim só na próxima edição.

Asa Noturna – 321 dias, Parte 1: Depois da horrorosa fase que o personagem passou, as coisas começam a melhorar. A história ainda não chega a ser excelente, mas dá provas de estar bem melhor. Tudo nessa primeira parte gira em torno de personagens e vilões misteriosos. Até o título ainda não faz sentido. 321 dias de que? A personagem é uma mulher do passado de Dick, de quando ele ainda era Robin, por isso não faço idéia de quem ela seja, mas pelo que a história narra, ela não é nem um pouco confiável. Os vilões são um grupo de sequestradores e um que se denomina o Vigilante, um mascarado que adora atirar pela distancia. Ainda não dá para saber o que afinal isso vai ocasinar, o jeito é esperar o próximo mês.

Mulher-Gato – A Vida Durante a Guerra, Parte 1: Bem, depois do final da saga que narrei acima, Selina não está ainda disposta a voltar a ser a Mulher-Gato. Holly sumiu – não necessariamente, os leitores da DC podem vê-la em Contagem Regrassiva. Batman aparece na vida de Selina e a força a voltar a vestir o manto e sair atrás um grupo rebelde de amazonas – não aquelas da Mulher-Maravilha que estão destruindo Washington. É claro que não existe um personagem em toda DC que não sabe dizer não a Batman. O resto da história não tem tanta necessidade de contar, Selina se infiltra no grupo, rouba uma espécie de bomba, é descoberta, e quando a bomba está prestes a explodir… continua na próxima edição. XD

Read Full Post »

https://i0.wp.com/www.paninicomics.com.br/img/collanaNews/2029.jpg

Sinopse Panini: Novos Titãs: a equipe entra em rota de colisão com as amazonas! Renegados em Xeque: as duas equipes correm contra o tempo para salvar seus companheiros e deter os planos loucos de Chang Tzu! Aves de Rapina: Oráculo e Contra-Espiã! Chegou a hora do acerto de contas!

Novos Titãs: Edição meio confusa de Novos Titãs, mesmo sendo 2 histórias. Isso porque ela está atrelada a mini-saga O Ataque das Amazonas. Aliás os Titãs vem se metendo em tudo quanto é tipo de saga da DC últimamente, fica difícil ao leitor acompanhar já que o grupo está a todo momento sofrendo mudanças em sua formação original. Fica um entra e sai de membros. Sinto falta do Ciborgue e do Mutano. Enfim, essa edição irá mostrar como Supergirl e Moça-Maravilha estão lidando com toda essa invasão das Amazonas e como isso prejudicará os Titãs. No fim temos alguns pedaços de história faltando porque parte dela está na revista que conta a saga das Amazonas. No fim temos 2 histórias com luta, ação e bate boca de ideais e crenças. De qual lado ficar e mesmo que você fique do lado certo, ainda assim ele pode parecer errado. Tudo termina bem entretanto, com Supergirl agora fazendo parte do grupo de heróis-mirins. Coisa aliás que já havia sido tentado e não deu certo, vamos ver se agora a personagem amadureceu o suficiente.

Aves de Rapina – Áquas Perigosas, conclusão: Chega ao fim, meio que definitivo, das histórias do grupo Aves de Rapina! Diria que é o fim de uma saga gigante que foi acompanhar Bárbara durante todos estes anos. E tudo terminou muito melhor que o esperado. Bárbaro Gordon é realmente uma líder nada. Provou a todos que mesmo estando numa cadeira de rodas não seria submissa a ninguém e que ela tomaria as rédeas e controle de seu grupo de heroínas. Final fantástico deixando brecha para uma continuação futura do grupo. Vamos ver se isso realmente irá acontecer!

Renegados em Xeque, conclusão! A edição fecha com uma história muito insana! A melhor é claro! A Saga envolvendo o Xeque-Mate e os Renegados fecha com chave de ouro quando Batman resolve intervir em tudo e se meter para salvar Asa Noturna e Sasha. Ho ho ho, muita ação, Batman sacaneando todo mundo – é claro – e um final sensasional e que muda totalmente o rumo do supergrupo que havia meio que se perdido no caminho da justiça. Asa Noturna diz, “Olha como soa legal… Batman e os Renegados.”, Batman… “Talvez”. Ho ho ho de novo. Renegados agora passa a ser, Batman e os Renegados!! Não preciso nem dizer o quanto é sensacional ver Batman sendo líder supremo de um grupo de heróis sem ter que dividir decisões com Clark e Diana, como aparece em Liga da Justiça!!!

Read Full Post »

Opa, atrasou, mas não desisti dos reviews dos quadrinhos DC, no blog. Botando a coisa em dia!

https://i0.wp.com/www.paninicomics.com.br/img/collanaNews/2032.jpg

Sinopse Panini: Superman & Batman: Bruce Wayne ganha uma importante e sedutora aliada contra as maquinações de Darkseid! O impressionante arco Tormento chega ao fim! Arqueiro Verde: no epicentro de um escândalo político, Ollie terá que encarar a fúria do… Exterminador! E um inesperado pedido pode mudar a vida da Canário Negro para sempre!

Superman e Batman – Tormento, Parte 4, 5 e a conclusão: Nesta edição acaba a saga de Tormento. Uma história excelente, trazendo de volta Darkseid ao universo DC, que estava sem poderes graças a outra saga passada. Mas o mais estranho nessa saga é ver Batman com tesão, putz, que coisa bizarra. Isso porque o morcego se encontra com Bekka, a deusa do Desejo de Nova Geneses. Como ambos formam uma parceria para impedir o retorno de Darkseid e para salvar Superman que fora capturado, ambas as partes mostram o herói de Gotham em “ponto de bala” se é que você me entende. Fora esse cenário anormal, as história é bem contada e conta com várias partes interessantes como a suposta “morte” – de novo – de Superman e o seu encontro com o Pai Celestial, que está morto. Ah, a sessão de tortura com o Espantalho ficou show de bola. No fim, Bekka, que é a esposa de Órion, é raptada por um vulto… putz e o último balanzinho da HQ diz “Então começa o final.” Ho ho ho, Crise Final a caminho? Vai saber, mas são respostas que veremos no futuro certamente. Mesmo assim ótimo arco para explicar como Darkseid conseguiu seus poderes de volta.

Arqueiro-Verde – Jericó, parte 2 e conclusão: E aqui, nesse momento e nestes eventos, a revista do Arqueiro-Verde chega ao fim! Mas não se preocupe, isso foi apenas uma jogada da DC americana, as histórias do Arqueiro não chegam ao fim definitivamente. A história aqui gira em torno de seu antigo relacionamento com a Canário e culmina justamente com Oliver pedindo a mão de heroina novamente! Muita ação nas 2 partes da história, com piadas legais, como é de se esperar mesmo de Oliver. Não é uma HQ profunda e reflexiva, serve apenas para entretar e divertir, e faz isso muito bem. Na primeira parte o vilão é o Tijolo. Na segunda é Slade. Não preciso falar que o Exterminador sempre faz um belo estrago quando resolve aprontar. Enquanto isso os roteiristas acharam um jeito de terminar o mandato de Oliver como prefeito sem deixar seu sucessor corrupto vencer. Excelente idéia! O finzinho que é meio de perdedor, com Oliver se rendendo a Slade e dizendo que troca sua vida pela de Canário. Putz para quem deu uma senhora surro no vilão algumas edições atrás isso é bem decepcionante. Para que então seu treinamento de um ano atrás então? Se não fosse a Liga da Justiça salvar ele e a Canário… Tudo para terminar com o muro de Star City sendo demolindo e o herói arqueiro fazendo a devida proposta a Dinah. Na próxima edição, não temos mais Arqueiro-Verde, mas teremos a estréia da revista Canário-Negro. Isso até tudo virar Arqueiro-Verde & Canário Negro!

Read Full Post »

https://i0.wp.com/www.paninicomics.com.br/img/miniseries/545.jpg

Sinopse Panini: Jimmy Olsen é assombrado por pesadelos… qual é sua relação com a ameaça que se avizinha? No Nexo do Multiverso, os Monitores fazem uma reunião e o resultado pode significar morte pra Jason, Donna e Kyle! E ainda: Mary Marvel passa por uma assustadora mudança.

Eu li:
Tijolos na parede – Ok ok, Countdown não é lá grande coisa se for comparado com 52. E nesta edição tem mais furos que queijo suiço. É tudo meio que mal montado e esquematizado apesar de ainda existirem alguns mistérios bacanas e que ainda me deixam curioso. Jimmy Olsen abre esta edição com um pesadelo como se ele fosse um Deus dos muitos que existem em Nova Genese, entratanto o cenários e as condições deste sonho são aterrorizantes apesar de não fazer muito sentido pra mim – entratanto reconheço um Dominion no sonho. De um ano para cá esse personagens aparecem em tudo quanto é lugar, 52, Countdown, Tropa dos Lanternas-Verdes, Legião dos Super-Heróis etc. Holly, a Mulher-Gato mirim, pupila de Selina Kyle abandonou o manto da Mulher-Gato? Quando diabos isso aconteceu? Aparentemente a revista da Mulher-gato está um pouco atrasado, pois o arco “A Morte da Mulher-Gato” terminou na revista do Batman este mês e provavelmente esta será uma das conseguências finais desse arco e que serão mostrados em Setembro. Enquanto isso Adão Negro, que novamente está com seus poderes e que ainda não vi uma única explicação – PLAUSÍVEL – , cede seus podores a Mary Marvel, mas que diabos está acontecendo? Ainda temos um debate desanimador entre os monitores que continuam discutindo o que farão no atual multiverso DC. A galeria de vilões de Flash continuam encendo linguiça nos capítulos de Countdown, quem quiser ver o que eles estão fazendo precisam ir ler Os Melhores do Mundo e ver a morte do atual Flash, que já não é mais segredo para ninguém. E ainda uma referência ao arco “O Ataque das Amazonas” que infelizmente não chegou aqui na minha cidade e que estou totalmente as escuras quanto aos acontecimentos principais, apesar de ler as beiradas desse arco em outras revistas interligadas.

Arma de guerra – Mais galeria dos vilões sem aspiração alguma, Mary agora com os podores de Adão Negro aparenta não ser a mesma pessoa. Sua personalidade ficou mais sombria e certamente está sendo afetada pelos poderes negros concedidos por Adão. Enquanto isso Jimmy continua atrás de respostas do que está acontecendo com ele e porque ela anda tendo flashes de super poderes e porque a cada hora um tipo aparece – já vimos homem-borracha, velocidade de flash e nesta edição espinhos sai de sua pele. Enquanto isso, um dos monitores resolve arregaçar as mangas e manda alguém matar Jason Todd, que está com Donna Troy, para sua incrível sorte, já que o inimigo não é “fácil”.

Dever de monitor – Este capítulo é mais interessante, pois mostra a luta de Donna contra a caçadora dos monitores. Jason não é pareo e é abatido facilmente. Donna intervem e temos uma seguencia de luta bacana, onde mostra uma Donna Troy não tão invencível quanto é retratada em diversas outras situações. Gozado o combate ser em Washington, onde deveria estar rolando a guerra das Amazonas contra os EUA. Jimmy continua investigando seu mistério, e um vulto misterioso aparece para Holly. Temos mais um pouco da liga da Justiça e Karate Kid, o legionário que ficou para trás na saga do relampago que mostrou como Flash Wally West retornou. Nada que acrescente a este mistério. Os monitores acabam fechando este capítulo intervendo na batalha entre Donna e a Batedora, o que impulsiona uma terceira pessoa não indentificado por mim a influenciar a pequena e forte vilã.

Mudança de endereço – Há mais uma situação não muito explicada por aqui. O que mostra que Countdown pode ser ruim devido a enorme fragmentação existente entre os vários arcos da DC que exige que o leitor esteja por dentro de tudo para aproveitar o máximo a leitura. Isso não acontecia em 52 e por isso a leitura era muito mais prazeirosa. os personagens envolvidos na trama de 52 ficaram meses afastados das outras revistas DC. Capitão Marvel com roupa branca enfrenta Mary, que está bem confusa e cada vez mais pendente ao lado negro da força, num cliche óbvio. O Monarca é a figura que entrou em contato com a Batedora no capítulo anterior e eu não faço idéia de quem é a figura que tem como objetivo chutar a bunda dos Monitores sabe-se lá porque. Mais Jimmy Investigações, a narrativa da história de Jimmy parece ser um dos carros chefes da revista, só pode ser isso para explicar o quanto seu arco se enrola em 4 edições e pouco é respondido. Holly com as Amazonas? Mas que #$@%$#? Maldito arco das Amazonas que quanto menos se acompanha, menos faz sentido outras coisas… Flautista e Trapaceiro separados da galeria dos vilões e agora com as conseguencias da morte de Flash, sendo caçados pelo mundo inteiro. Mais uma falha de Countdown que enfia um fato que aconteceu em outra revista esperando que o público tenha lido. E fim, mês que vem tem mais enrolações…

Read Full Post »

Review – Superman – Nº 69

https://i0.wp.com/www.paninicomics.com.br/img/collanaNews/2031.jpg

Sinopse Panini: Superman vai precisar da ajuda de seu maior vilão para derrotar o exército de Zod no final de O Último Filho. Na épica conclusão de A Queda de Camelot, os demônios dos mares buscam vingança! Supergirl: a Garota de Aço encara uma importante discussão em família! E ainda: o esperado final de Kryptonita!

Eu li
Superman – A Queda de Camelot, Conclusão: Admito que os desenhos com a conclusão dessa saga estão soberbos. Coisa artística mesmo. Mas em termos de final mesmo… não foi exatamente o que esperava. O Vingador Fantasma provou ao Supermana que realmente os heróis estão adiando o fim da humanidade e quanto mais fazem isso, pior será quando o mundo desabar. A luta contra Árion não chega a empolgar tanto, talvez o cenários submerso do mar não parece tão promissor assim, o que temos são combates contras monstros marinhos gigantes, ou pelo, menos é o que parece. Tudo isso para que no fim Árion escapasse? e Khyber, o suposto responsável pelo fim do mundo, renasce…

Supergirl – Um entidade misteriosa aparece e diz a Kara que ela tem um destino a ser traçado e que ela pode sim, evitar o caminho maligno de sua origem. O que temos é uma história de fechamento, Kara se desculpando com todos os heróis que ela brigou e causou confusão no último ano. Bumerange Jr, Moça Maravilha, Poderosa e finalmente fazendo as pazes com Clark. Uma história que felizmente fecha essa arco enbananado na qual os roteiristas prenderam a heroina. Espero que agora a coisa melhore.

Superman – Kriptonita, conclusão: Uma história do passado do superman. Mostrando seu primeiro encontro com a Kriptonida. Nada mais. História totalmente desnecessária de se ler. Não achei nem ao menos divertida.

Superman – O último filho, conclusão: A melhor e mais fenomenal história das últimas edições de Superman. O esperado combate entre Clark e Zod. A guerra final propriamente dita. Só não gostei de uma coisa, deram fim no personagem Chris. E eu torcendo para que ele continuesse com Clark e Lois. Desenhos inacreditáveis. Acão desenfreada e o time de Lex Luthor dando um show contra os Kriptonianos. Vale a pena parar tudo que você estiver fazendo, correr para a banca e ler esta edição. Sensacional!

Read Full Post »

https://i0.wp.com/www.paninicomics.com.br/img/collanaNews/2016.jpg

Sinopse Panini: Superman & Batman: na continuação de Tormento, Clark vai descobrir que os seus piores pesadelos podem corromper sua sanidade! Arqueiro Verde: um velho amigo retorna quando um escândalo ameaça a carreira política de Ollie! Tropa dos Lanternas Verdes: Guy Gardner é acusado de assassinato e sai em busca de um lanterna em que possa confiar!

Eu li
Superman & Batman – Tormento, parte 2 e 3: Admito que a primeira parte de Tormento não me pareceu tão interessante assim, entretanto, nesta edição a coisa ficou mais interessante. Na segunda parte, Supermana começa a ter alucinações por toda a parte, o que culminará na sua captura por Darkseid. E a terceira parte fica ainda melhor quando Batman sai a caça do Superman, passando pelos pesadelos de Espantalho e forma insana e imprudente atravessa um tubo de explosão atrás de Superman. Coisa de maluco já que Batman sabe que não tem a menor chance de vitória em Apokolips. A coisa só piora quando vemos novamente um Superman controlado mentalmente avançar para cima do morcego. Mas a esperada luta só ocorrerá na próxima edição. Só resalto que sempre fico admirado como Superman sempre é enrolado com estes jogos mentais, ele quase nunca vence quando se trata de ilusões… ao contrário de Batman, já acostumado com o vilão Espantalho.

Arqueiro-Verde – Jericó, parte 1: Arqueiro sempre tem excelentes histórias. Nunca me canso de dizer. Nesta edição temos as consequencias da revelação que Oliver Queen, prefeito de Star City, estaria financiando o grupo de heróis Renegados, que atualmente tem má fama publicamente e são considerados rebeldes. Com as eleições próximas, Oliver praticamente entregou a toalha. Temos a volta também de Connor, filho do Arqueira, a Star City e as preparações para a queda de Tijolo, vilão que durante a ascensão de Oliver a prefeito, cedeu uma tregua temporária. Agora é chegado a hora do acerto de contas.

Tropa dos Lanternas Verdes – Esta edição termina com um combo de 2 histórias sensacionais da Tropa, preparando terreno para a Guerra dos Anéis que começa em Setembro na nova revista dos Lanternas Verdes! Temos dezenas de eventos interligados nesta edição, Guy é incriminado e a tropa agora o caça, o que culmina em sua fuga a Mogo que está invectado com alguma coisa letal aos Lanternas. Sensacional a página duplo com a explosão de parte de Mogo e Kilowog sendo controlado pela ameaça amarela e quase matando seus parceiros. O que mostra que a grande saga está apenas começando. São duas histórias que se você é fã da Tropa, não deveria deixar de ler.

Read Full Post »

https://i0.wp.com/www.paninicomics.com.br/img/collanaNews/2025.jpg

Sinopse Panini: Mulher-Maravilha: depois dos eventos de O Ataque das Amazonas 1, Diana encontra Circe! Chegou a hora do acerto de contas! Legião dos Super-Heróis: com o fim da batalha contra os domínions, a equipe futurista terá que lidar com as marcas deixadas pela guerra! E ainda: começa a busca pelo Cósmico!

Eu li:
Legião dos Super-Heróis: Essa edição de MdM traz praticamente só Legião. E as histórias estão fenomenais. Temos o fim da invasão Dominion, o “sacrifício” de Mon-El, a fuga e desaparecimento de Cósmico, as eleições da Legião terminam e o novo líder é escolhido. Tudo isso só na primeira parte da revista! Depois dessa nova premissa começa um novo arco: Em busca do Cósmico, que aparentemente, foi para o século 41, mas ninguém sabe. Supergirl é a nova líder da Legião, porém é Brainiac 5 quem mexe os pauzinhos. São aventuras bacanas as das próximas páginas, mostrando a simpatia que o supergrupo tem. Nota: Achei hilário o cara morder o dedo do outro. XD Eu ri.

Mulher-Maravilha: Aqui a confusão rola solta. Eu não estou lendo “O Ataque das Amazonas” porque a revista simplesmente não chegou aqui na minha cidade. As primeiras cenas do ataque a Washington são fodas mesmo, mas aí depois disso a coisa desanda um pouco. Não é uma HQ ruim, mas está longe de ser ideal. A mãe de Diana é uma velha rabugenta pela qual ainda não engoli sua decisão de atacar com tudo o mundo dos homens, Circe é a vilã traiçoeira mas já deu o que tinha que dar. E a premissa do governo, de uma conspiração e de um o ataque nuclear não dá para engolir. Enfim, sei lá… gostaria de estar lendo a minisérie, mas a senhora Panini não a lançou de maneira ordenada.

Read Full Post »

Review – Liga da Justiça – Nº 68

https://i0.wp.com/www.paninicomics.com.br/img/collanaNews/2013.jpg

Sinopse Panini: A Saga do Relâmpago: a Sociedade e a Liga finalmente descobrem os planos dos legionários perdidos em nossa época. Porém, eles podem não saber toda a verdade! LJA Arquivos Confidenciais: tendo que lidar com a mente de seu falecido irmão, J’Onn J’Onzz deve resistir a um ataque mental sem precedentes!

Eu li:
Liga da Justiça – A Saga do Relâmpago, conclusão: Finalmente acabou. E acabou bem. A única história que realmente nos interessa nessa edição de LJA é exatamente a conclusão desta saga. Os legionários trouxeram Flash, Wally West, sua esposa e seus dois filhos do limbo temporal O_O !! Só há um problema… ficou mais do que claro que essa não era um dos únicos objetivos da Legião e que ainda há muito a ser explicado. Quando eu fiz o review da Contagem Regressiva, nº 1, comentei que a LJA continua pressionando a Legião para que seja explicado o que diabos está acontecendo! É ver para crer.

Liga da Justiça Classified – Fantasmas de Marte, Parte 2, 3 e 4: Esta história está complemente por fora da atual cronologia da DC comics, mais parece um episódio animado da Liga da Justiça, porém mais fiel aos quadrinhos. Mostra J’onnn quando a liga foi criada, quando Flash Wally se juntou a ela e tudo isso num debate mental com seu irmão morto na dizimação de marte. É aquela constante que o caçador de marte sempre passa de tempos em tempos, quando ele se sente que não faz parte deste mundo e que não há lugar para ele aqui. Quase 100 páginas de filosófia marciana que já foi feita em sua prórpia revista e que a Panini também publicou meses atrás na LJA. Ninguém merece, aí no final das 3 histórias J’onn perde finalmente o controle de sua mente e cabe a Liga dete-lo, porém, nem veremos o confronto, pois a história “continua” na próxima edição…

Uma das piores edições da LJA desde que comecei a ler a DC a quase 2 anos…

Read Full Post »

https://i0.wp.com/www.paninicomics.com.br/img/collanaNews/2014.jpg

Sinopse Panini: Novos Titãs: a morte ronda a equipe liderada pelo Menino-Prodígio! Universo DC 14: os Renegados e os agentes do Xeque-Mate enfrentam diversos desafios na Ilha Oolong. Robin: Tim precisa manter os membros da gangue vivos para levar Strader à justiça. E ainda: Aves de Rapina!

Eu li:
Novos Titãs – Clones e Palhaços: Bem, Novos Titãs vai ficar um pouco complicado para quem gosta de acompanhar apenas a revista deles, pois a história dessa edição está interligada a um fato ocorrido em Contagem Regressiva, a morte de Duela, a filha do Coringa e na próxima edição estará ligado com o Ataque das Amazonas, saga que está sendo publicada a parte pela Panini. Mas a história não é ruim, pelo contrário, é bacana e mostra que depois de tudo que os Titãs passaram, eles ainda estão em um período de acertos. A Moça-Maravilha ainda sente saudades de Superboy, Mutano e Ravena ainda não conseguem acertar sua relação, Donna Troy está preocupado com o fato de estar viva quando deveria estar morta, Asa Noturna participa desta edição, deixando Robin meio para escanteio, Jericó continua no corpo do Bizarro-Superboy, o que vem sendo difícil para ele, mas ninguém sabe o que fazer com o inimigo. Jason Tood faz uma pequena aparição, meio vergonhosa, gostava mais dele qunado só participava do Batman e era extremamente maluco e apelão. Enfim, todos os elementos para uma boa HQ.

Robin – Quitado: Esse mini-arco do Robin não prometia muito desde que começou, com uma gangue que injeta um droga que os transforma em Meta-Humanos. Ela acbou nessa edição, todo mundo morre de overdose, Robin não consegue impedir e o Tubarão por trás de tudo só se ferrou graças a Cassandra que o matou a queima-roupa sem que Robin a percebesse. Cade diabos o jovem teleportador que saiu do coma e sumiu edições passadas? Quero ver o carinha se vingando do Robin!

Aves de Rapina – Águas Perigosas, Parte 3: Mais uma excelente HQ, muita ação, reviravoltas, com muitos personagens interagindo entre si e com desfecho bacana. Mas enfim, Gelo volta ao normal, os bandidos são surrados, o Sexteto Secreto se entendo com as Aves de Rapina e 2 coisas finais, Zinda é demitida (se bem que socar a fuça da contra-espião não é uma demissão, eu diria que é mais um pedido de demissão por justa causa) e Bárbara se prepara para o confronto final com a Contra-Espião. Águas Perigosas terminam na próxima edição.

Renegados – Renegados em Xeque, Parte 4: Opa, a saga que está interagindo coma revista Universo DC havia temrinado em uma emboscada, esta edição o desfecho em detalhes do como fugir sem morrer. Muita tensão é claro, o reforço que nunca chega, o QG do Xeque-Mate as escuras enquãnto o sistema não se reinicia do ataque da edição passada e tudo para que no fim, Asa Noturna e Sasha sejam capturados por Chang Tzu, enquanto todos os outros conseguem escapar. Ih agora? Como fica? Na próxima edição de Universo DC é claro… , mas está é outra HQ com uma história agradável ao leitor.

Read Full Post »

https://i0.wp.com/www.paninicomics.com.br/img/collanaNews/2017.jpg

Sinopse Panini: Liga da Justiça 68: finalmente é revelado o plano dos legionários. Em Universo DC 15, um novo integrante para a equipe! Novos Titãs 48: os Renegados em missão suicida na Ilha Oolong! Pacto das Sombras: Zauriel é incumbido de convencer o Demônio Azul a reparar seus erros!

Eu li:
Sociedade da Justiça da América – Indestrutível: Nossa, uma excelente história da SJA! A renovação do antigo grupo ficou excelente nessa nova cronologia da Panini, os herois da velha guarda treinando a nova geração. Uma coisa bem mais madura e bacana do que um grupo como Novos Titãs. A história desta vez é de um novo integrante da equipe, o Cidadão Gládio! A história dele aconteceu um pouco antes da Saga do Relâmpago que deu um pause nas aventuras normais da SJA. O cara teve quase toda a família assassinada por uns vilões, sobreviveu por pouco e ainda ganhou super poderes sem querer. Vale a pena ler e ver como tudo acontece.

Pacto das Sombras – Más Notícias & Feitos Terríveis: Hum… eu sempre elogio o Pacto das Sombras né? Desta vez vou evitar fazer isso. A história aqui é bem fraquinha e mediana. Apenas mostra histórias de fundo, ou seja, vilões que futuramente irão dar dor de cabeça ao grupo. Mais precisamente 3 deles: Jeremy Karne, Doutor Gotham e Zauriel. História desnecessária já que quando eles foram se enfrentar é óbvio que tudo isso será contato novamente.

Pacto das Sombras – Um a Menos!, Parte 1: Dobradinha Pacto das Sombras, como eu disse, Zauriel conta tudo que aconteceu com ele na história acima e parte para cima do Demônio Azul sob ordens do Céu, e mesmo a contra-gosto precisa obedecer. Essa sim é uma história muito boa do Pacto, com o Demônio Azul filosofando se realmente é um herói e como ele pode servir de mau exemplo para humanidade e como ele acaba inevitavelmente saindo do grupo, ficando Zauriel na vaga que lhe é digo. A brecha em seu contrato com o inferno até que cola e quero só ver o que ele vai fazer quando for no inferno questionar o contrato. Continua no mês que com com o grupo sendo atacado pelo Doutor Gotham e o Demônio Azul no inferno!

Xeque-Mate, Renegados em Xeque!, Parte 3: Li reclamações sobre a qualidade desta história, mas gostei bastante das diretrizes que a história levou. Os Renegados finalmente chegam a Ilha Oolong, e o enredo segue em clima de suspense, com o grupo fazendo o possível para não ser detectado na Ilha. Boas piadas e um clima agradável para uma aventura sem sombra de dúvida. Para que no fim de tudo, eles sejam descobertos, encurralados e o QG do Xeque-Mate é infiltrado por um vírus com que faz que se desliguem da comunicação com o grupo em Oolong! A química entre Dick e Sasha aqui e seus resentimentos com Batman são interessantes e refletem bem a personalidade de cada um!

Read Full Post »

« Newer Posts - Older Posts »