Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Asa Noturna’

Link desta matéria mudou de endereço. Ela pode ser acessada a partir deste link:

http://www.portallos.com.br/2009/05/09/checklist-dcpanini-%e2%80%93-maio-de-2009/

Anúncios

Read Full Post »

Sinopse Panini: A Ressurreição de Ra’s Al Ghul: dado como morto há muito tempo, o gênio terrorista conhecido como Cabeça do Demônio não só voltou da morte, mas também almeja transferir sua alma para o corpo mais jovem de Damian, o filho de Batman com Tália, e com isso, executar seus ambiciosos planos. Para salvar o garoto, Robin e Asa Noturna podem ficar em maus lençóis e o Homem-Morcego se verá numa arriscada missão em Nanda Parbat!

Ressurreição de Ra’s Al Ghul – O despertar de Lázaro, Prelúdio: Ra’s Al Ghul está de volta. O sacrifício do Fantamas Branco na edição passada deu certo. Um dos mais mortais vilões de Batman está de volta. A ressurreição deu parcialmente errada e o corpo do Fantasma não aguentará Ra’s por muito tempo. É preciso do corpo de Damian, o filho de Bruce Wayne Talia, filha do vilão. A primeira história da revista mostra Batman ainda procurando, na Asia, provas reais de que Ra’s voltou. Enquanto, Ra’s, num traje de múmia, literalmente, encontra Talia e Damian. A conversa familiar não ocorre do jeito que Ra’s esperava, Damian, vestido com um traje de Robin, que Batman deu para ele em sagas anteriores, não tem a menor intenção de ceder seu corpo ao avô. A porradaria entre Damian e a Liga de Assassinos come solta e a primeira parte terminar com Damian fugindo.

Ressurreição de Ra’s Al Ghul – Um garoto para o demônio, Parte 1: Damian, da Asia para Gotham, chega a Batcaverna e lá encontra Tim Drake, o filho adotivo de Batman e atual Robin. Damian é um garoto explosivo, então fica claro que ambos vão trocar sopapos. Tim perde, é mole? Alfred acalma Damian. Enquanto isso Batman encontra Talia, que foi aprisionada por Ra’s. Enquanto isso as coisas continuam descontroladas na mansão Wayne. O capítulo termina com a mansão sendo invadida por incontáveis membros da Liga dos Assassinos, sobre ordem de matar todos dentro dela, menos Damian. Está aí, algo que não acontece com frequencia nos arcos do Batman. Sensacional!

Ressurreição de Ra’s Al Ghul – O menor de dois males, Parte 2: A situação parece fora de controle. Batman pede para que Dick Grayson, o Asa Noturna, use o teletransporte da Liga da Justiça e vá imediatamente para a mansão ajudar Robin, Damian e Alfred. A cena com Alfred e um Ninja na janela da mansão é louca. Enquanto isso Batman e Talia estão no Tibete atrás do moribundo Ra’s. O vilão está a caminho, ou pelo menos tentando, de Nanda Parbat, o monastério monge meio mágico no universo da DC. Mas a grande graça desse capítulo é mesmo a invasão na mansão. A coisa toma proporções realmente perigosas e Robin e Damian são levados pela Liga.

Ressurreição de Ra’s Al Ghul – “Sem subtítulo”, Parte 3: Em algum lugar do Tibete encontramos Damian e Robin frente a frente de Ra’s. Tim precisa ser cauteloso, já que Ra’s só quer Damian e ele não tem valor algum para ter sua vida preservada. Ra’s oferece uma chance a Tim, fazendo a proposta de uma aliança, dizendo que pode trazer os pais de Tim de volta a vida. Enquanto isso começa a correria para ver quem chega primeiro no esconderijo do vilão. Dick e Alfred chegam ao Tibete num Jato. Batman que já estava por lá acaba chegando antes ao local onde Ra’s está. O capítulo termina com Ra’s ameaçando matar um dos filhos do Batman. Tim ou Damian.

————————————–

Sinopse Panini: Para salvar Damian e Robin, o Homem-Morcego aceita conduzir Ra’s Al Ghul a Nanda Parbat, onde o gênio criminoso poderá restaurar seu corpo envenenado e putrefato. Mas no caminho da dupla se encontra Sensei, o qual, junto a alguns dos mais dedicados criminosos que compõem a Liga dos Assassinos, almeja destruir o Cabeça do Demônio para sempre. Enquanto isso, o Menino-Prodígio deve decidir se aceita a oferta de Ra’s ou se mantém sua integridade.

Ressurreição de Ra’s Al Ghul – Aquele que é o mestre, Parte 4: Batman faz um acordo com Ra’s e o levará até Nanda Parbat. Enquanto isso Sensei, outro inimigo de Batman e Ra’s já está no local. Nanda Parbat detém o último poço de Lázaro da Terra. Sensei acaba se revelando ser pai de Ra’s e que acredita veemente que Ra’s não merece outra chance e que ele agora irá lidarar a Liga dos Assassinos. Porrada entre Batman, Ra’s e Sensei. Ra’s cae. Batman apanha muito, braço quebrado, barriga perfurada, mas no fim acaba ganhando do pai de Ra’s. Enquanto isso o vilão toma o corpo de um monge e está indo em direção ao Poço.

Ressurreição de Ra’s Al Ghul – “Sem título”, Parte 5: A quinta e sexta parte segue uma história meio paralela ao acontecimentos em volta de Ra’s. Tim fica tentado a aceitar a oferta de Ra’s. Ele, Damian e Talia dão um jeito e fogem da Liga dos Assassinos na base da porrada. Mas Tim retornar e diz que aceita o acorto de aliança. Depois de um tempo Damian também decide retornar, mas isso veremos depois. Conversa vai, conversa vem, o capítulo acaba com Tim frente a frente ao poço de Lázaro e Asa chegando para impedir que ele faça alguma besteira.

Ressurreição de Ra’s Al Ghul – Prova Viva, Parte 6: Porrada come solta entre Robin e Asa Noturna. Muito debate do que é certo ou errado. No fim das contas Tim se arrepende de tudo. Hora de reunir todo mundo para o combate final.

Ressurreição de Ra’s Al Ghul – Direito Nefasto, Parte Final!: O final não chega a ser algo fácil de engolir. Batman não deixa Ra’s chegar perto de Damian. O corpo de Ra’s já não aguenta o combate com o morcego. Os reforços, Talia, Alfred, Robin e Asa Noturna chegam para o combate. Ra’s foge e um filho bastardo do vilão, jamais reconhecido como filho, que era apenas um servo fiel surge na trama e cede sua vida a Ra’s. Bah, fala sério. Claro que a mega saga do renascimento de Ra’s não podia terminar sem um duelo entre ele e Batman, agora de igual para igual. Mas antes que alguém matasse alguém, os Monges de Nanda Parbat resolve reagir e prometem explodir tudo se todos não sairem imediatamente do monastério. Todos foram banidos do local e acabaram se separando na fuga. Fim da Ressurreição de Ra’s Al Ghul. Pelo menos por ora…

————————————–

Sinopse Panini: Batman: o Homem-Morcego se livra definitivamente do Cabeça do Demônio! E, em outra aventura, surge um misterioso assassino trajado como Batman e determinado a eliminar o herói. O pior… o maníaco pode conseguir concretizar seu intento. Mulher-Gato: buscando solucionar seus problemas, Selina toma uma decisão que alterará sua vida para sempre, deixando terríveis marcas. Em seguida, a felina mascarada encontra um adversário que pode ser o seu fim.

Batman – A Ressurreição de Ra’s Al Ghul, Epílogo: E aqui temos o real final da saga de Ra’s Al Ghul. Bem melhor que o da edição passada. Após os eventos de Nanda Parbat, Ra’s ainda tem a coragem de aparecer em Gotham e sobre o pretexto de querer dominar a cidade. Faz de conta que não é para provocar Batman. Ambos se esbarram, trocam insultos, Ra’s foge. Batman o caça, o derrota e ainda consegue prender o bandido em Arkham sobre uma identidade falsa e com um remédio que o deixa sem comunicação ou mobilidade. Batman sabe ser cruel para um herói que não mata. Um final ótimo para Ra’s Al Ghul. Mas ainda precisam inventar o que fazer com Damian, que alias não deu as caras nesta história.

Mulher-Gato – O Crime Compensa, Parte 1: Selina está de volta depois de uma breve pausa na revista do Batman. E agora as histórias da personagem prometem algumas reviravoltas interessantes. Primeiro a grande notícia: A filhinha de Selina foi entregue para adoção, de forma secreta e sigilosa de modo que ninguém no mundo seja possível rastrear a criança, nem mesmo Selina. Só Bruce Wayne. E este arco começa com Selina conversando com Zatanna para decidir se ela deve apagar a filha de suas memórias. História tocante. No fim Zatanna não faz nada a não ser consolar a pobre mãe. Selina volta para seu apartamento e após uma soneca mágica de Zatanna, acorda em meio a um apartamento vazio. Tudo que estava dentro de seu apartamento foi roubado. TUDO. Aí ela escuta um Tic-Tac, e aí você já sabe. Tudo explode. Selina consegue escapar.

Mulher-Gato – O Crime Compensa, Parte 2: Alguém está definitivamente brincando com Selina. Sem a roupa de mulher-gato, ela vai para um outro esconderijo dela pegar uma extra e descobre que também roubaram. Quem está por trás de tudo isso e como sabia tanto sobre ela? Selina acaba indo para o Calculador tentar uma pista. Calculador não abre o bico, mas revela onde Selina pode conseguir uma de suas antigas máscaras. Depois de invadir uma casa de um ricaço que colecionava coisas de herois, ela volta ao Calculador e arranca dele uma pista de onde achar o responsável por tudo. A história gira, ela obviamente percebe que foi parar numa armadilha, porrada dentro de um bar, ela se sente zonza, o Calculador a drogou sem que ela percebesse antes de sair, e agora as coisas estão de mal a pior. Continua na próxima edição.

Batman – Medicina Espacial: A história que fecha a revista é um pouco problemática porque revisita acontecimentos de meses atrás como se fosse ontem. Alguém se lembra daquele “Batman Bane” que detonou o morcego algumas edições atrás? Pois então, nesta um outro Batman mascarado surge atacando a delegacia de Gotham. Supostamente um ex-policial que acabou ficando meio maluco. As coisas correm para o terraço da delegacia. Jim leva um tiro, mas se ela não estiver com colete, merece morrer pela burrice. Batman também toma um tiro no peito e acaba infartando com o impacto. As coisas ficam bizarras quando um mini-Batman surge na última página. Hein? Só na próxima edição agora.

Read Full Post »

Sinopse Panini: Batman salva Ivar Loxias e suas assistentes de um incêndio durante uma apresentação. A partir daí, enquanto investiga o ocorrido junto com Zatanna, o Homem-Morcego percebe que o mágico parece ter algo a esconder. Asa Noturna: à mercê do novo Vigilante, Dick Grayson deve convencê-lo de que não está envolvido em negociatas ilegais com Eddie Metal, ao mesmo tempo em que tenta descobrir o que Liu e o namorado planejam…

Batman – Confiança, Arco Completo: Uma aventura de qualidade envolvendo mágica, Zatanna e Coringa. Tudo começa com estranhos assassinatos de assistentes de palcos de um Mágico de carater duvidoso. Batman resolve formar uma dupla com Zatanna, já que esse é mais ramo da heroina do que dele. Legal ver um flashback do passado de Bruce com a família de Zatanna. Sem falar que ambos ainda tem um certo problema de relacionamento lá do passado, onde Zatanna apagou um evento da memória do morcego, lá na saga Crise de Identidade. Soma-se isso a uma aventura com o sempre bem-vindo Coringa, fecha-se metade da revista com um belo arco. Sem “continua na próxima edição”.

Asa Noturna – 321 Dias, Parte 3 e 4: Do meio para o fim, o rumo da revista se perde. O arco de Asa Noturna continua xarope e apático. O envolvimento de uma personagem do passado de Dick não serve para empolgar, só deixa os leitores confusos e o vilão/heroi Vigilante e sua misteriosa identidade nem é nem um pouco interessante. Na 3ª parte há uma imenso e longo interrogatória com Dick, não disfarçado de Asa Noturna. Na 4ª parte a coisa não melhora. Tudo se resume a uma corre pra cá e corre pra lá, para no fim, continuar na próxima edição.

————–

Sinopse Panini: Batman, como Bruce Wayne, contrata o Charada para investigar o roubo de um soro experimental por uma de suas funcionárias. A pista acaba no Abrigo Mulheres de Atenas, no qual a Arlequina se encontra. Asa Noturna: o conflito entre Dick Grayson e Eddie Metal pode chegar a um trágico desfecho. Mulher-Gato: para viver, Selina deve morrer! E ainda: um mergulho no passado de um dos maiores inimigos do Cavaleiro das Trevas!

Batman – Honra entre Ladrões: A aventura não parece no início importante para o Universo DC, mas não é que ele é! Uma surpresa! Bruce Wayne contrata o Charada para uma investigação na Casa de Athena, onde está atualmente Arlequina e Holly em Contagem Regressiva. Aventura engraçada e bacana, com secundários não habituais. Mas o melhor mesmo é ver que Athena trabalha para Darkseid na realidade! Coisa que nem em Contagem havia sido revelado ainda! Mais interessante ainda é a frase final de Batman que justifica a contratação do Charada por um boa quantia de dinheiro: “Estou dizendo que quanto mais feliz o rato, menos provável que deixe a toca.”

Asa Noturna – 321, Conclusão: No fim de tudo, a paixãozinha/vilã de Asa Noturna vai pro hospital, quase em coma, é sequestrada de lá no fim, a identidade do Vigilante não é revelada e toda a proposta da história era fazer Dick refletir novamente sobre a sua vida e seu papel como heroi e sua dificuldade de se relacionar? Argh, vontade de rasgar e jogar no lixo as histórias do Asa Noturna desde crise infinita. O personagem entrou num vórtex horrível e não consegue sair de lá.

Mulher-Gato – Dia das Mães, Parte 1: Depois de tudo que Selina passou desde o início do arco 1 Ano Depois finalmente pesa na consciência da heroina. Assim ela decide pedir ajuda a Batman e ambos armam um esquema para matar sua identidade pública, a de Selina e de sua filha. Ao olhos do mundo, ambas estão mortas agora. Hora de recomeçar tudo novamente. Hora de abandonar a Mulher-Gato? Será que Selina consegue? Uma boa história “a la Peter Paker” e o peso do mundo. Quando o manto do herói não vale mais a pena se você não consegue proteger sua família? Porém, a história não terminar aqui…

Batman – A Gênese do Demônio: Uma boa história contando a origem de Ra’s Al Ghul sem a necessidade de se passar no apenas no passado. Thalia narra a Damian, filho dela com Bruce, a história de seu pai, sua origem e seus feitos na vidade. Nesse meio tempo, Batman investiga e uma trama para ressuscitar o perigoso vilão está acontecendo. No final, após um momento de conflito, fica a apenas uma dúvida, o quanto deu certo o Fantasma Branco ter acidentalmente se sacrificado no poço de Lázaro para que Ra’s volte? Haverá efeitos colaterais? Na próxima edição começa de verdade a Ressusrreição de Ra’s Al Ghul!

Read Full Post »

Sinopse Panini: Numa série de reviravoltas, Batman descobre a identidade do assassino, mas talvez isso não garanta sua sobrevivência e do Clube dos Heróis! E o Homem-Morcego deve impedir que o Trio Terrível seja exterminado! Mulher-Gato: as Banas levam a guerra à casa de Selina! E ainda: Asa Noturna.

Batman – O cavaleiro das trevas tem que morrer! Sem dúvidas a melhor história da revista. Tem o clima de filme-B, os desenhos e traços, inclusives dos quadrinhos tem características únicas e toda a trama de quem é o próximo a morrer e quem é o verdadeiro assassino fazem o que devem fazer: prendem o leitor do começo ao fim. Admito que não gostaria de uma revista apenas com histórias assim, mas que vez ou outra é bacana sentir esse clima nostálgico. Claro não vou dedurar quem é o vilão, esse é o melhor gostinho da história.

Asa Noturna – 321 dias, Parte 2: A nova saga do herói começou bem devagar e nesta segunda parte, apesar de alguns avanços, ainda assim a trama se arrasta. Também não consegui adivinhar porque a saga se chama 321 dias. O comecinho desta segunda perta, mostra em 2 páginas o momento em que Dick abandonou Batman e o manto de Robin. A mocinha por quem o heroi não deve se apaixonar ainda não mostrou realmente qualé a dela, o vilão Vigilante ainda não está muito bem revelado, afinal o original morreu ou não? se morreu, quem é o novo Vigilante? O pior é que é um vilão na qual o leitor não dá a mínima. É um mistério que não empolga. No fim, Dick – não em seu papel de Asa Noturna – é capturado. As histórias do personagem melhoraram, mas ainda precisam de mais agilidade e características próprias.

Mulher-Gato – A vida durante a guerra, Conclusão: A atual fase de Selina continua empolgante. A personagem anda perdida desde que ganhou uma filha. Tentou abandonar o manto, mas não conseguiu. Perdeu sua substituta e agora precisa achar seu lugar no mundo. Depois de toda a agonia que passou na última saga, quando sua filhinha quase foi morta, Batman teve a coragem de recrutar Selina para uma missão envolvendo um clá de Amazonas – não são na verdade – só para a saga ficar meio colada com a saga “O Ataque das Amazonas”. A conclusão da saga segue agonizante, com seus vem e vai e com a Mulher-Gato sempre mais determinada a dar um tempo nessa vida de herói. Mais uma saga bacana, mas já está na hora de dar um rumo a personagem.

Batman – Triagem: Sinceramente é a história mais fraquinha da revista. Vilões com cara de bicho, um querendo se vingar do bando e um que se finge de morto, mas na realidade nem está. Bem sem graça. Não curti, para um personagem como Batman, os vilões habituais são bem mais interessantes.

Read Full Post »

Hora de colocar os reviews da DC comics em dia!

https://i2.wp.com/www.paninicomics.com.br/img/collanaNews/2027.jpg

Sinopse Panini: O Espantalho escapa mais uma vez do Asilo Arkham, mas agora ele parece estar mais determinado do que nunca! Só o Cavaleiro das Trevas é capaz de deter a onda de loucura em Gotham! Mulher-Gato: Selina e Holly encaram a ameaça de Foice e Martelo enquanto tentam proteger a pequena Helena.

Batman – Absoluto Terror, Parte 1 e Conclusão: Esta é a última edição antes da reforma da Panini. A revista trás uma história em 2 partes, mostrando o Espantalho sobre a idéia pós “um ano depois” que abriu uma nova cronologia na DC Comics. Aqui temos o vilão Espantalho sobre uma nova ótica, mais mortal e menos hesitante. As histórias são bacanas, tem aquele clima de suspense e de mistério, mostrando que Crane sabe realmente se um vilão de primeira categoria mesmo quando não tem seu pó do medo. Mas é claro que ele não supera o medo que Batman sabe muito bem instigar. Uma aventura de começo, meio e fim. Valeu a leitura.

Mulher-Gato – A Morte da Mulher-Gato, Parte 2 e Conclusão: As 2 histórias com Selina é bem mais empolgante e importante a cronologia da personagem. Aqui tudo que Selina construiu após “1 ano depois” é desmoronado, sua nova identidade, sua parceira, tudo… A ação é quase que ininterrupta e o desespero de ambas as atuais Mulher-Gatos é de angustiar. Na primeira história temos o desfecho da invasão ao prédio onde Holly está cercada de policiais e dos vilões Foice e Martelo. Selina entra com tudo na briga. Nem tudo sai perfeita e a luta com os vilões acabam se arrastando até o apartamento de Selina, onde sua filhinha, ainda bebê, está. O desfecho apesar de não causar a morte de nenhuma das 2 heroínas, não é necessariamente feliz…

————————–

https://i0.wp.com/www.paninicomics.com.br/img/collanaNews/2072.jpg

Sinopse Panini: Batman: os Homens-Morcego de diversas nações se reúnem para um encontro nostálgico, mas um inesperado visitante tem outros planos. Mulher-Gato: com supervilões e a polícia caçando Selina e Holly, medidas drásticas são necessárias! Asa Noturna: o passado cobra seu preço.

Batman – A Ilha do Sr. Mayhew, Parte 1 e 2: Agora sim, a nova Panini reformulou tudo. Aqui tudo recomeça em novas histórias. Batman ganha 2 histórias envolvento um mistério numa Ilha. Os personagens são um antigo grupo de super-herois que Batman participou na Era de Prata da DC Comics. Hoje os mesmos já estão envelhecidos ou aposentados. É bem esquisito ver isso, mais ainda é situar o Batman de hoje nesse super grupo. A história é clássica dos filmes de mistério. Assim que todos chegam na Ilha, seus transportes explodem, e alguem do grupo morre. O vilão fala por vídeos. Ninguém sabe quem é, o anfitrião, Sr. Mayhew está morto. E agora? Quem é o resposável pelas mortes? Sensacional! Pena que o fim só na próxima edição.

Asa Noturna – 321 dias, Parte 1: Depois da horrorosa fase que o personagem passou, as coisas começam a melhorar. A história ainda não chega a ser excelente, mas dá provas de estar bem melhor. Tudo nessa primeira parte gira em torno de personagens e vilões misteriosos. Até o título ainda não faz sentido. 321 dias de que? A personagem é uma mulher do passado de Dick, de quando ele ainda era Robin, por isso não faço idéia de quem ela seja, mas pelo que a história narra, ela não é nem um pouco confiável. Os vilões são um grupo de sequestradores e um que se denomina o Vigilante, um mascarado que adora atirar pela distancia. Ainda não dá para saber o que afinal isso vai ocasinar, o jeito é esperar o próximo mês.

Mulher-Gato – A Vida Durante a Guerra, Parte 1: Bem, depois do final da saga que narrei acima, Selina não está ainda disposta a voltar a ser a Mulher-Gato. Holly sumiu – não necessariamente, os leitores da DC podem vê-la em Contagem Regrassiva. Batman aparece na vida de Selina e a força a voltar a vestir o manto e sair atrás um grupo rebelde de amazonas – não aquelas da Mulher-Maravilha que estão destruindo Washington. É claro que não existe um personagem em toda DC que não sabe dizer não a Batman. O resto da história não tem tanta necessidade de contar, Selina se infiltra no grupo, rouba uma espécie de bomba, é descoberta, e quando a bomba está prestes a explodir… continua na próxima edição. XD

Read Full Post »

https://i0.wp.com/www.paninicomics.com.br/img/collanaNews/2014.jpg

Sinopse Panini: Novos Titãs: a morte ronda a equipe liderada pelo Menino-Prodígio! Universo DC 14: os Renegados e os agentes do Xeque-Mate enfrentam diversos desafios na Ilha Oolong. Robin: Tim precisa manter os membros da gangue vivos para levar Strader à justiça. E ainda: Aves de Rapina!

Eu li:
Novos Titãs – Clones e Palhaços: Bem, Novos Titãs vai ficar um pouco complicado para quem gosta de acompanhar apenas a revista deles, pois a história dessa edição está interligada a um fato ocorrido em Contagem Regressiva, a morte de Duela, a filha do Coringa e na próxima edição estará ligado com o Ataque das Amazonas, saga que está sendo publicada a parte pela Panini. Mas a história não é ruim, pelo contrário, é bacana e mostra que depois de tudo que os Titãs passaram, eles ainda estão em um período de acertos. A Moça-Maravilha ainda sente saudades de Superboy, Mutano e Ravena ainda não conseguem acertar sua relação, Donna Troy está preocupado com o fato de estar viva quando deveria estar morta, Asa Noturna participa desta edição, deixando Robin meio para escanteio, Jericó continua no corpo do Bizarro-Superboy, o que vem sendo difícil para ele, mas ninguém sabe o que fazer com o inimigo. Jason Tood faz uma pequena aparição, meio vergonhosa, gostava mais dele qunado só participava do Batman e era extremamente maluco e apelão. Enfim, todos os elementos para uma boa HQ.

Robin – Quitado: Esse mini-arco do Robin não prometia muito desde que começou, com uma gangue que injeta um droga que os transforma em Meta-Humanos. Ela acbou nessa edição, todo mundo morre de overdose, Robin não consegue impedir e o Tubarão por trás de tudo só se ferrou graças a Cassandra que o matou a queima-roupa sem que Robin a percebesse. Cade diabos o jovem teleportador que saiu do coma e sumiu edições passadas? Quero ver o carinha se vingando do Robin!

Aves de Rapina – Águas Perigosas, Parte 3: Mais uma excelente HQ, muita ação, reviravoltas, com muitos personagens interagindo entre si e com desfecho bacana. Mas enfim, Gelo volta ao normal, os bandidos são surrados, o Sexteto Secreto se entendo com as Aves de Rapina e 2 coisas finais, Zinda é demitida (se bem que socar a fuça da contra-espião não é uma demissão, eu diria que é mais um pedido de demissão por justa causa) e Bárbara se prepara para o confronto final com a Contra-Espião. Águas Perigosas terminam na próxima edição.

Renegados – Renegados em Xeque, Parte 4: Opa, a saga que está interagindo coma revista Universo DC havia temrinado em uma emboscada, esta edição o desfecho em detalhes do como fugir sem morrer. Muita tensão é claro, o reforço que nunca chega, o QG do Xeque-Mate as escuras enquãnto o sistema não se reinicia do ataque da edição passada e tudo para que no fim, Asa Noturna e Sasha sejam capturados por Chang Tzu, enquanto todos os outros conseguem escapar. Ih agora? Como fica? Na próxima edição de Universo DC é claro… , mas está é outra HQ com uma história agradável ao leitor.

Read Full Post »

https://i1.wp.com/www.paninicomics.com.br/img/collanaNews/2012.jpg

Sinopse Panini: Batman confronta Arlequina e a nova Ventríloqua! Damian retorna, trazendo consigo todo o horror do apocalipse! Mulher-Gato: enquanto Selina tem que lidar com Pórtex, Holly continua sua busca pela criança desaparecida. E ainda: Asa Noturna!

Eu li:
Batman em Belém: Esta HQ é especial, é a edição 666 nos EUA. Resolveram fazer uma história paralela com Batman da DC. Damian, o filho de Batman é mostrado no futuro assumindo o manto do pai. Ele é mais violento e mata se preciso. Não tem porque eu contar mais detalhes, até porque são poucos que são mostrados, por isso é apenas um divertimento rápido. Até onde eu sei a DC não considera oficial esse destino dos personagens, até porque seria chato admitir isso né?

Asa Noturna – Noivo e Noiva, Conclusão: Nossa, finalmente acabou essa saga xarope do Asa Noturna. Pelo menos acabou com muita ação. Apesar de um tanto insatisfatória. Asa unido com alguns bandidos caçam os vilões para que no fim de tudo, estes acabam preso numa caverna e a noiva mate seu noivo. Clichê e chato. Só valeu pela ação do começo ao fim.

Mulher-Gato – A morte da Mulher-Gato, Parte 1: Mulher-Gato vem ganhando sagas e linhas de enredo muito bons de algumas edições para cá. Não sei exatamente porque o nome desse arco se chama a Morte da Mulher-Gato, mas tudo bem. A história começa com uma nova vilã ameaçando uma vítima pela Internet. A nova Mulher-Gato sai no encalço da vilã. Amadora ainda se deixa capturar e sua máscara é arrancada ao vivo na net. Muita coisa acontece em tão poucas páginas, ela escapa, a polícia a captura, conseguem deter a vilão, Selina em outra ponto finalmente chega ao Calculador com o Globo de Neve do arco anterior e aquele policial que suspeitava de Selina e Holly, a nova Mulher-Gato, morre degolado pelos vilões que estavam caçando a Mulher-Gato faz umas 8 edições atrás. Muita coisa para poucas páginas. Sensacional!!

Batman – Como uma família: História simples, dava atá para virar um desenho animado. Arlequina tentando conseguir sair de Arkham honestamente, dizendo que está bem. Vilã nova, a Ventríloca, nova dona do boneco Scarface arma para Harleen escapar de maneira errada. Trama vai e trama vem, Arlequina não gosta como a moça desrespeita o último dono do boneco, que sempre foi amável com ela. Ela trai a Ventríloca, ajuda Batman, prendem a vilã e no fim, consegue sair de Arkham de forma honesta, atestando que está sã para viver em sociedade. História fechada em uma edição e bacana. Não mais do que isso.

Read Full Post »

Older Posts »