Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Carls Barks’

A última capa:

Foram 4 anos para publicar toda a coleção de luxo. Estou triste e feliz ao mesmo tempo. Feliz porque acabou, um dos meus maiores medos é que a Editora Abril não fosse conseguir publicar toda a coleção, até acabamos ganhando o volume 41, que nem estava programado. Triste porque agora o material Disney nas bancas brasileiras será reduzido. Fica apenas a vontade de que a Abril invente outra coleção de Luxo já que os gibis em formatinho não tem lá uma qualidade tão boa (poucas páginas e muita republicação).

O último depoimento:

“Prestes a se aposentar, Carl Barks passou a trocar cartas com os fãs. Foi quando descobriu que as histórias de seus patos falantes inspiraram muita gente a ingressar em carreiras como engenharia, economia e até arqueologia. Por vários motivos, não tive a oportunidade de me corresponder com o quadrinista. Mas, em grande medida, trabalho com revistas em quadrinhos por influência de sua obra. Nos últimos cinco anos, tive a honra e o prazer de traduzir todas as HQs disneyanas do autor, além de escrever cada um dos artigos presentes nesta coleção. Obrigado, Carl! Fico lhe devendo essa…”
Marcelo Alencar
Jornalista

Durante a semana irei fotografar as 10 caixas e os 41 volumes da, sem dúvida alguma, melhor coleção de HQ já lançada no Brasil. Quem conhece Barks, sua trajetória e sua influência no mundo das HQs sabe do que estou dizendo.

Read Full Post »

Comprei o volume 36 de “O Melhor da Disney – As Obras Completas de Carl Barks” semana passada e acabei esquecendo de mencionar que este volume fecha mais uma caixa da coleção e mais precisamente a penúltima. É isso mesmo, finalmente a coleção que já dura anos, está chegando ao fim. A última caixa com mais 4 volumes sairá no segundo semestre do ano.

Quem fecha o depoimento deste volume é o jornalista João Palomino:

“Eu mergulhava em uma caixa de papelão onde guardava meu tesouro. Era como o Tio Patinhas na sua Caixa-Forte abarrotada de moedas. Ali encontrava personagens nascidos de uma imaginação ilimitada. Lia histórias nas quais olho roxo não provocava choro, batida de carro não machucava e as estrelas e os passarinhos em torno das cabeças eram resultado de engraçadas pancadas. Com papel de pão e lápis número dois, me atrevia a repetir os desenhos e, depois, me arriscava a elaborar aventuras… Carl Barks marcou minha infância. Embora tenha partido, a ele se reserva um lugar de destaque nas lembranças de quem acompanhou sua obra.”

João Palomino
Jornalista, apresentador e narrador da ESPN Brasil

Segundo a Editora Abril, após o término da coleção, ela já esta planejando um novo arco de coleções dos quadrinhos Disney em formato de luxo também. Entretanto ela não especifico mais nada, apenas disse que não se tratava do retorno da coleção Mestres Disney.

Read Full Post »

O mês virou e já está nas bancas o volume 35 da coletânia de Carl Barks, publicado pela Editora Abril:

Infelizmente esse mês não posso tirar um foto da capa da revista para colocar aqui num tamanho satisfatório (minha máquina pifou, ver aqui)

Mas ainda posso descrever aqui a dedicátoria da contra-capa da revista:

“As histórias magistrais de Carl Barks foram a primeira conexão que fiz, ainda menino, entre quadrinhos e educação. Lia as aventuras maravilhosas do Tio Patinhas e seus sobrinhos em meio a terras e civilizações distantes e, depois, corria para os livros de história e geografia para descobrir o que era fato e o que havia saído da imaginação do autor. Como Barks usava muito a National Geographic como referência, boa parte era verdade. Tudo pode até ter começado com um ratinho, mas, sem dúvida nenhuma, a Disney não teria se transformado no gigante que é hoje não fossem as obras do excepcional Homem dos Patos.”

Djota Carvalho
Mestre em Educação pela Unicamp, jornalista e autor do livro A Educação Está no Gibi

Read Full Post »