Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘crepúsculo’

[Análise] Crepúsculo

Link desta matéria mudou de endereço. Ela pode ser acessada a partir deste link:

http://www.portallos.com.br/2009/02/09/analise-crepusculo/

Read Full Post »

Cinema: Crepúsculo – Eu fui!

Apenas um detalhe. Eu não fui! Esse texto foi escrito pelo Chief, estou apenas postando para ele por aqui. XD

Warning! Warning!
Se você é alergico à spoilers afaste-se ou será contaminado

Acabei de sair da seção do Crepúsculo, filme inspirado no best-seller mais novo entre os jovens do mundo todo. O livro criado por Stephanie Mayer trata de vampiros, aquele amor colegial (nada hollywoodiano pra falar a verdade) entre outras coisas. Só para lembrar, pode e conterá spoilers, então se você é alergico ou qualquer coisa assim, pare por aqui ok?

A história começa em Fenix (EUA) onde Isabella, adolescente que cursa o terceiro ano do segundo grau mora, junto de sua mãe e o novo marido (um mala, diga-se de passagem). Um belo dia ela resolve ir morar com o seu pai, um chefe de polícia de uma cidadezinha interiorana no estado de Washington. Até aí tudo bem, quem veria um filme desses? Quando ela chega lá, em seu primeiro dia de escola ela senta-se ao lado de um garoto estranho, aparentemente doente coisa e tal. Esse era Edward Cullen, o responsavel por todo o resto que acontece na trama.

Esse tal de Edward (que me deixou surdo, após TODAS as garotas do cinema gritarem de alegria em coro) é um vampiro, mas não é um vampiro comum. Ele não tem medo de cruzes, aparece em espelhos e fotografias e não dorme em caixões. Tudo bem, ele é um vampiro, o máximo que pode fazer é morde-la e ela virar uma vampira, certo? ERRADO, acontece que o tal Edward se apaixonou perdidamente por Isabella, assim como ela se apaixonou por ele. Ai que tá, filme beeeeeem chatinho né? parece que não vale o ingresso. Durante uns 70% do filme é isso (salvo por uma ou outra exessão, por exemplo quando ele a salva de um acidente).

Após Bella (como ela gosta de ser chamada) e Edward firmarem sua posição de namorados pra todo mundo ,após chegarem juntos a escola (Ai meu ouvido, again…) o vampiro leva sua namorada á uma partida de baseball com sua familia (no meio da chuva, para disfarçar os barulhos dos encontrões entre os trovões). Aí, começa a história (assim como Hackock, só vai ficar bom mesmo depois de quase um filme inteiro) com uma perseguição monotona entre dois grupos diferentes de vampiros.

O estilo de “arte” do filme é bem semelhante aos ultimos Harry Potters, com tudo cheio de névoa e clima bem sombrio. Os efeitos especiais, jogos de luz e câmera também são bem aproveitados, exceto pela senssação velocidade dos personagens, que ficou muito estranho como se estivesse mostrando o personagem em cada frame, como se fosse um blur, só que muito mal feito. Dentre as cenas mais bem feitas está a parte em que Edward trava uma mini-van e a cena da ultima luta (essa ultima extremamente bem gravada, toda continuamente, sem uma pausa aparente). Mas o filme não é todo legal. Só fica bom mesmo a partir do final, dando vontade de sair da sala (principalmente no meu caso, preciso urgente de uma consulta em um fono) e achei um erro que acaba com a diversão. quando Edward foge para a floresta e mostra sua pele de diamante ele desabotoa a camisa, em nenos de 2 segundos ele já aparece com a camisa abotoada novamente (a não ser que no filme não fale que a hiper-velocidade também sirva para abotoar a camisa em menos de 2 segundos). É um erro bobo mas indigna os poucos que percebem. Fora isso as atuações estão bem legaizinhas, mas não são um show, como visto esse ano com o coringa de Heat Ledger (longe disso, as atuações de Crepúsculo não chegam nem perto)

Se ainda não viu o filme aguarde mais um pouco e salve os seus ouvidos (a continuação, Lua Nova, nem me arrisco a ver na estréia). Mas é um bom filme, que acredito que falha mais apena do que o livro (que deve ser puuuuuura enrolação). Eu particularmente gostei do filme, achei que ia ser muito pior, embora ainda seja mal desenvolvido, com poucas explicacões (você tem que deduzir muitas coisas, o que não é bom para um filme, cujo qual o propósito é apenas proporcionar um bom momento). Outra dica é não ir com sua namorada (a não ser que tenha um bom motivo ou seja casado já) pois vai te dar raiva ela olhando para o ator que interpreta Edward, que por sinal é o mesmo que interpretou Cedrico Digory, em HP e o Cálice de Fogo: Robert Pattinson.

Read Full Post »