Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘genesis’

Se isso foi notícia na mídia, eu perdi. A gametrailers lançou agora a pouco um trailer mostrando vários clássicos da Sega que aparentemente sairão como uma coletânia para X360 e PS3. O_O

Parece-me interessantíssimo. Dependerá muito do preço e da quantidade de games. O trailer diz “Winter 2009”. Eu, que não comprei os Sonics através da Live Arcade, gostaria dessa coletânia. Mas não me importaria se a coletânia fosse apenas com games do Sonic ao invés de serem diversos do Genesis.

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

Read Full Post »

20 anos de Genesis!

Opa, quase que essa data passa em branco! Mas deu tempo de dar um passeio na web e relembrar a época em que eu ia até a casa do meu único amigo que possuía um Genesis, desde seu lançamento, e jogávamos tardes inteiras com a galera em divertidas disputas multiplayer. Nesse post irei contar um pouco da história e curiosidades desse console que marcou a vida de muita gente. Vamos então acionar as areias do tempo e reviver as memórias do nosso querido console de 16-bit da Sega!

(mais…)

Read Full Post »

O MORTO VIVO DA SEGA

https://i0.wp.com/content.answers.com/main/content/wp/en/thumb/2/23/250px-Chakan_cover.jpg

1992 foi um ano que viu aparecer no Mega Drive alguns jogos que desafiariam os paradigmas de então, alguns bem sucedidos outros nem tanto. Nesse ano apareceram o port de Out of This Word (originalmente Another World), Ecco The Dolphin que causou surpresa e admiração ao utilizar um golfinho como protagonista, e Chakan The Forever Man.

Chakan é um guerreiro morto vivo cujo objetivo é… morrer. Isso mesmo, originalmente um grande guerreiro, Chakan foi levado pelo orgulho a desafiar a própria morte para um duelo. Esta aceitou, e os têrmos da disputa foram que, se Chakan vencesse, receberia a vida eterna, mas se perdesse, a alma dele pertenceria a ela. O guerreiro venceu, mas o prêmio tornou-se maldição, pois com o passar das eras ele tornou-se uma criatura decrépita que somente alcançaria descanso se aniquilasse todo o mal sobrenatural. Eu ate hoje lembro da música predominantemente ao tom de tambores enquanto essa introdução era mostrada.

https://i1.wp.com/www.consoleclassix.com/info_img/Chakan_GEN_ScreenShot1.jpg

O jogo em si é um plataforma com temática extremamente sombria, que inicia em uma área central onde é possível acessar os quatro estágios maiores, cada um representando um elemento: água, ar, terra e fogo. Esses estágios eram divididos, cada, em 3 subfases, e ao final da terceira encontrava-se o chefe daquele estágio. Embora as 3 subfases de um elemento precisassem ser jogadas em ordem, não havia restrições quanto a, por exemplo, jogar todas as 3 de um elemento de uma só vez, ou ir intercalando com subfases dos outros 3 elementos, pois completando uma subfase voltava-se sempre à área central. Como Chakan é imortal, não há game over, mas ao ser vencido ele retorna a esse local, e também se ele não completar um estágio no tempo limite.

Como armas, Chakan conta com duas espadas gêmeas, mas encontra outros itens na primeira subfase de cada elemento: um gancho, uma foice, um machado e uma marreta. Além disso, ele coleta vidros com os elementos essenciais espalhados pelas fases, e combinando sempre dois desses , iguais ou de elementos diferentes, obtinha-se magias que, por exemplo, eliminavam todos os oponentes da tela, ou tornavam as lâminas das espadas flamejantes ou eletrificadas. Havia também magias para invisibilidade e teleporte, enfim as possibilidades de combinação dos elementos e portanto de magias eram várias.

https://i0.wp.com/www.consoleclassix.com/info_img/Chakan_GEN_ScreenShot4.jpg

Ao completar todas as subfases dos 4 elementos, iniciava-se um tipo de segundo round, para o qual havia um atalho: utilizando a magia do teleporte na área central, você era lançado diretamente para ele. Alias, o jogo, como vários da época, era cheio de cheats, alguns acionados através de combinações especiais de botões do controle.

Quando finalmente é completado todos os estágios desse segundo round, Chakan se mata cravando uma de suas espadas no peito, e os créditos aparecem. Não desligue o console nesse momento, pois após os mesmos a morte vem e, ao ser cobrada por Chakan que ele poderia descansar se aniquilasse todo o mal sobrenatural, ela responde (tradução livre):

“Olhe acima de você Chakan, olhe as estrelas. Cada uma delas é rodeada por mundos como o seu, e cada mundo repleto de entidades sobrenaturais malignas. E cada uma delas está esperando a sua visita. Esperando, por um longo, longo tempo. Esperando para sempre!”

Chakan solta um grito de horror, reenguendo-se com a sua espada ainda cravada no peito, e o jogador volta a controlá-lo num novo embate com a morte. Se o jogador vence, vê-se Chakan e os dizeres de que o descanso virá um outro dia, se perde, daí o final torna-se vago, pois vê-se apenas a enorme ampulheta que aparece várias vezes durante jogo, sendo que a areia que cai nunca termina.

—————————————–

Gostou? Agradecimentos ao leitor Germano que escreveu o texto inteirinho! 🙂 O game parece muito interessante. Eu sempre fui um fanboy do SNES na época por isso não pude experimentar Chakan, mas com certeza é uma excelente lembrança aqui no Retro Games do Portallos. \o/

Minha contribuição aqui limita-se apenas ao vídeo abaixo:

E fica o convite a quem quiser mandar algo para alguma sessão do blog. Lá em cima da página você acham nosso e-mail de contato. 🙂

Read Full Post »