Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘gladiador dourado’

Link desta matéria mudou de endereço. Ela pode ser acessada a partir deste link:

http://www.portallos.com.br/2009/05/09/checklist-dcpanini-%e2%80%93-maio-de-2009/

Anúncios

Read Full Post »

Mais três scans divulgando algumas das sagas/arcos que estão rolando em abril nas revistas da DC:

Com o fim do arco K, uma nova saga começa em Superman & Batman. Parece bacana. Vampiros e Lobisomens sempre chamam a atenção.

Esta história eu já li. Muito boa por sinal. Superman soviético comanda.

A melhor revista atual de toda a linha Panini. As consequências da Guerra dos Anéis ainda vão atormentar muito a Tropa dos Lanternas Verdes. Também estou curioso para ver o desfecho da saga do Gladiador Dourado, que está ótima!

Read Full Post »

Sinopse Panini: A Guerra dos Anéis chega a seu momento mais dramático e intenso, com ambas as tropas lutando ferrenhamente no campo de batalha que se tornou nosso planeta! Sacrifícios serão feitos, vidas serão perdidas… e nada mais será como antes! E o novo detentor do poder de Íon passará por seu maior teste! E ainda: conheça todo o passado do garoto que veio a se tornar uma das maiores ameaças do universo… o Superman Primordial!

Eu li:

Contos da Tropa Sinestro – No coração do Sol: A Guerra continua de forma devastadora na Terra. A primeira história da revista traz como protagonista o Superman Primordial, o vilão de Crise Infinita. A história traz uma recapitulação do personagem, sua origem, o que aconteceu com ele em Crise e como ele se envolveu na Guerra dos Anéis. Enquanto isso, os heróis da DC tentam a qualquer custo deter o vilão, enquanto ainda é noite, pois quando amanhecer, o sol da Terra irá devolver todas as forçar ao Kryptoniano. Mas todos falham e a história terminar com o Íon, que agora é Sodam Yat, tendo que encarar o pequeno desgraçado.

Tropa dos Lanternas Verdes – A Guerra dos Anéis, Capítulo 10 – Cai o Pano: A porrada continua comendo solta na continuação da história acima, mas desda vez é apenas entre Íon e Superman Primordial. As páginas são intensas, com sangue para todo lado e uma batalha mortal. Sodam é infectado com chumbo, o que é mortal para sua raça, mas isso não lhe afeta enquanto estiver usando os poderes de Íon. A história também conta um pouco do passado de Sodam, antes dele virar um Lanterna. Mas você acha que ele consegue dar conta sozinho do Superman Primordial? Bem, em alguns momentos a gente quase acredita que sim, mas no fim, Íon cai. Os Lanternas da Terra chegam ao resgate!

Lanterna Verde – A Guerra dos Anéis, Capítulo 11 – Surge a Lanterna Negra: A Guerra chega ao seu fim de forma fenomenal! Primeiro são os desenhos que parecem saltar das páginas da revistas, são dezenas de Lanternas Verdes e da Tropa Sinestro se matando páginas após páginas. Os heróis regulares da DC até surgem aqui e ali, mas o maior foco é da Tropa de Hal Jordan, decisão mais do que acertada dos roteiristas. O final da saga também revela um pouco sobre o que é a Noite mais Densa, a profecia apocaliptica do livro de OA. Conta que sete Tropas irão surgir, sete anéis, sete cores. E a guerra entre estas Tropas serão desesperadoras. Se a Tropa verde com a amarela causou esta saga, imagine o que sete tropas distintas fariam com o universo inteiro. Já que nem todas as tropas lutariam por justiça. A Guerra acaba-se dividindo em 2 focos, Hal Jordan e alguns Lanternas contra o Sinestro e todos o resto contra o Anti-Monitor, a entidade que destruiu todo o multiverso da DC na década de 80. A batalha contra Sinestro é cruel também, mas Hal consegue derrotá-lo. Mais difícil é a batalha contra o Anti-Monitor, os heróis fazem de tudo mas muito pouco tem efeito contra a entidade. Numa reviravolta inesperada Superman Primordial surge, soca até não poder mais o Anti-Monitor e após despedaça-lo, arremessa-o as sobras no espaço. E o que acontece com o vilão psicótico? Superman Primodial erra ao entrar numa briga contra um Ancião de OA, que sacrifica sua própria vida para pulverizar o jovem vilão. Superman Primordial finalmente está morto?! Com a destruição do Anti-Monitor, com a derrota de Sinestro, a tropa amarela, ou o que sobrou dele, bate em retirada. A Guerra acabou. As páginas seguintes servem para mostrar os destinos de alguns personagens. Superman Primordial não morreu, mas foi jogado no Multiverso e veremos o que isso resultará nas páginas de Contagem Regressiva. Sinestro foi aprisionado. Os 2 Anciãos expulsos de OA por violarem algumas regras durarem edições passadas criam o Anel Azul, o da Esperança. Uma nova Tropa pode vir a surgir dessa nova cor. O Superman Ciborgue, que queria muito morrer, não conseguiu a triste meta, mesmo que lhe tema sobrado apenas um pedaço de sua cabeça vagando pelo espaço. E o Anti-Monitor? Isso sim é desesperador. A entidade cai em algum lugar do espaço e cria a Lanterna-Negra, que será pauta a próxima saga da revista em 2010, os anéis negros que podem trazer os mortos a vida. O_O

No fim a Guerra dos Anéis se tornou uma das melhores sagas desde que passei a ler as histórias da DC, a uns 4 anos atrás. A trama trouxe muitos bom personagens, ótimos vilões, excelentes desenhos. Não teve nada de negativo nesta saga. Se você não leu, perdeu uma obra-prima.

Sinopse Panini: Considerado por muitos como uma fraude, o Gladiador Dourado está de volta, almejando uma vaga na maior equipe de super-heróis da Terra: a Liga da Justiça! No entanto, antes de conseguir o seu intento, ele terá que reparar a linha temporal e deter um adversário misterioso que pretende matar todos os heróis. A Guerra dos Anéis acabou… é hora de curar as feridas e reparar os danos. E ainda: dois contos da Tropa Sinestro!

Eu li:

Contos da Tropa dos Lanternas Verdes – Íon, O maior dos Lanternas Verdes: A Guerra acabou. É chegada a hora de amarrar as pontas soltas que a mega Saga abriu. A primeira história trata de oficializar definitivamente Sodam Yat como novo Íon. Kyle também conversa com os Guardiões sobre tal situação e até mesmo ajuda o novo Íon. Uma história bem simples de passagem entre uma fase para outra no universo dos Lanternas Verdes. Nada demais.

Tropa dos Lanternas Verdes – Luz da Liberdade: Agora sim a conclusão da saga de uma forma mais abrangente. Temos praticamente o desfecho de todos os Lanternas importantes. Guy reencontrando Gelo, que voltou a vida numas edições passadas em Novos Titãs, Kilowog em Mogo, Natu no hospital curando os Lanternas feridos e por aí vai. O mais bacana é ver no fim um Lanterna de Sinestro morrendo e Mongul adquirindo o anel amarelo. Ho ho ho, aí vem um grande adversário para a Tropa.

Contas da Tropa Sinestro – Uma vez grandioso, grandioso novamente: Uma pequena histórinha para tapa-buraco na revista, mas muito interessante, contando a origem de Sinestro e dos tempos em que ele e Hal Jordan eram amigos. Como um promissor Lanterna acabou virando um perigoso inimigo. Vale a pena para quem não conhecia a história.

Contas da Tropa Sinestro – O medo é o choro de uma criança: A segunda histórinha é menor importante, mas ainda assim bem narrada, mostrando um Lanterna de Sinestro que mata filhos de Lanternas. Temeroso no mínimo. E ao que tudo indiga, este não foi capturado na conclusão da Guerra e está entre os que fugiram para o espaço.

Gladiador Dourado – Origens Secretas, Capítulo 1: E a revista do Lanterna Verde a parte desta edição ganha uma grande adição, Gladiador Dourado chega com um enredo muito promissor, direto das páginas de 52. Gladiador novamente está tentando ser um heroi reconhecido, talvez até seja aceito na nova Liga da Justiça. Porém Skeets, a maquina que sabe tudo sobre o futuro, passou a notar distúrbios temporais. Alguma coisa está alterando o presente do Universo DC. Rip Hunter, o mestre do tempo, resurger novamente para o Gladiador. O Multiverso está sendo alterado por algum ser desconhecido e os herois precisam novamente se reunir e encontrar as fendas temporais e consertar os estragos. Isso explica porque o Gladiador meses atrás aparecia em várias revistas da DC de personagens diferentes e épocas diferentes, para fazer isso ou aquilo. Até no século 31 da Legião ele foi. A revista promete contar as aventuras do heroi pelo tempo! Demais! Neste primeira parte ele descobre que se não ajudar Rip Hunter, Hal Jordan morrerá futuramente. Uma bela maneira de incentivar Gladiador a se juntar nesta aventura. E mais uma coisa, O Gladiador ainda promete que após tudo isso, fará o possível para trazer a vida, o Besouro Azul, o personagem que foi o pilar para toda a Crise Infinita da DC nestes 3 anos… Wow!

Read Full Post »

Novas séries, retorno de revistas e novos arcos:

* A série do Gladiador Dourado finalmente chega no Brasil na revista de Janeiro do Lanterna-Verde #5. O questionável herói está desde o final da série 52 viajando pelo tempo consertando alguns problemas do universo DC atual. Finalmente os brasileiros poderão ver o que diabos está acontecendo com o fluxo do tempo da DC para que o Gladiador precise ficar interferindo. O cara chegou a ir até o século 31 pegar algo da Legião numa edição passada da extinta Melhores do Mundo. Essa era uma série frequentemente pedida na parte de cartas das revistas atuais.

* Turma Titãs – Ano 1 estréia na revista Novos Titãs e mostrará os primeiros anos do grupo. Uma novidade que não apreciei muito. Óbviamente uma série que está tapando buraco na revista já que Aves de Rapina acabou e Robin foi temporariamente para Batman já que está a revista está ligada a ressurreição de Ra’s Al Ghul, que inicia em Janeiro também. Sendo assim Novos Titãs terá 3 séries no mix: Novos Titãs, Turma Titã Ano 1 e Batman e os Renegados.

* Um novo arco na revista do Superman #74 que está sendo muito esperado é Superman e a Legião dos Super-Heróis de Geoff Johns (SJA) e Gary Frank (Poder Supremo).

* Conforme prometido pela Panini em Setembro, quando reformulou sua linhas de lançamentos, DC Apresenta e DC Especial retornam com edições que envolvem arcos interligados a Crise Final. DC Apresenta trará Planeta dos Condenados e DC Especial estreará Arena, uma série que não vi boas críticas lá fora se não me engano.

Boa novidades para 2009. Só faltou Batman Extra, mas o jeito é aguardar. 2009 também começa no Brasil a esperada Crise Final, que também recebeu duras críticas lá fora, pois não supriram algumas expectativas.

Read Full Post »