Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Gordon’

https://i0.wp.com/img150.imageshack.us/img150/5927/posterfb4.jpg

Warning! Warning!
Risco de Spoiler! Se você é alérgico, não continue!

Deveria se chamar Coringa – O Filme!

Demorei para ir ver Batman 2. Se eu soubesse que seria tão perfeito o filme, teria ido Sexta-Feira passada. Mas não acreditei quando as críticas disseram que o filme estava mesmo perfeito e só fui conferir ontem. Acabei pegando uma sessão muito tarde e quando cheguei em casa não tinha condições e nem tempo para fazer o review. Por isso, faço-o agora.

Primeiro, o enredo é incrivelmente bem amarrado. O filme conseguiu inserir dentro de seu contexto a participação de 3 vilões da galeria do Morcego – Espantalho, Duas-Caras e Coringa – de forma que o espectador não se sinta empurrado com o roteiro ou com encaixes de histórias mal feita como fizeram com Homem Aranha 3, que por ter vilões demais, acabou sendo o pior filme do personagem.

O filme também ficou o mais real possível dos maiores e mais famosos arcos do Batman nas HQs. Há uns dois ou três momentos que você diz, “acabou o filme” e já se prepara para os desfechos finais, quando de repente… “não!” reviravolta e se tudo parecia se encaixar, os roteiristas de forma maestral desencaixam tudo e dizem “fim? ainda não meu amigo”. Isso gera uma sensação de êxtase, agonia e desespero com os personagens. Quanto mais tudo irá piorar até que haja um final feliz? E, pior, na medida dos acontecimentos, será mesmo possível um final feliz? Até mesmo depois que o filme acaba, você ainda precisa fazer um balanço de quem “MENOS” perdeu na batalha final. Eu realmente acredito que nenhum personagem saiu ganhando algo, só resta mesmo avaliar quem menos perdeu. Quem ganhou mesmo foram os espectadores com o melhor filme de super-heroi já realizado. E digo isso com toda a absoluta certeza, de um cinéfilo que tem e adora todos os filmes DC e Marvel.

Claro que o filme não seria metade do que é se não fosse pela interpretação de Heath Ledger, O Coringa. Devo dizer que em uma de suas primeiras aparições com o truque de mágica eu cai na gargalhada e ao mesmo tempo fiquei impressionado com a performance em que tudo aconteceu e de que esse sim, era o Coringa mais real já visto. Acredito que em muitos momentos do filme Heath consegue superar até mesmo o Coringa original das HQs. Gostei de tudo no personagem, a forma como ele brinca com a sua origam, a forma como não precisamos saber nada sobre seu passado e como os roteiristas brincaram com isso, a cada desfecho e discuros que o personagem faz, as suas caras e bocas e é claro, as piadas psicóticas do personagem. Uma tragédia a morte do ator e espero mesmo que o pessoal do alto escalão do Oscar resolvam sesu preconceitos contra filmes de super-heróis e indiquem Heath Ledger para concorrer ao Oscar e que ganhe-o, pois é uma atuação perfeita e de impressionar qualquer espectador. Faz anos que não vejo algo assim. Você não vê o ator, você vê o personagem. O Coringa é real. Não há um momento sequer em que ele parece falso.

Mas todo o resto do elenco estão de parabens. Lucios, Gordon, Alfdred, Rachel, Harvey. Todos tiveram seus momentos de destaque. Eu diria que a aparição do Batman no filme só foi mesmo quando se tornou muito necessário, fazendo a coisa o menos forçada possível. Qualquer outra coisa que disser agora, estragaria muitas supresas que o filme o aguardo.

Só digo mais uma coisa. Se você não for assistir no cinema, se arrependerá amargamente quando ver no DVD ou na TV. Certas obras devem ser vistas no cinema, não adianta. VÁ AGORA VER BATMAN O CAVALEIRA DAS TREVAS.

Read Full Post »