Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘realtime worlds’

O rumor sobre um novo estúdio com alguns funcionários da Realtime e um novo Crackdown pipocou na internet ontem e realmente deu o que falar, e pelo visto alguém da Realtime resolveu responder. Veja sobre o rumor aqui. Quem conseguiu a exclusiva foi a Videogaming247.

O cabeça da Realtime, Colin MacDonald, disse a videgaming247 que a empresa está ainda discutindo com a Microsoft sobre Crackdown 2, que eles estão ocupados com o MMO chamado APB e outro projeto ainda não anunciado, coisa que já sabíamos, mas afirmou que apesar da perda de alguns funcionários da empresa para a criação da Ruffian Games, a maior parte do time de Crackdown e outros talentos, continuam na Realtime trabalhando nos projetos atuais.

MacDonald ainda comentou que APB será um dos grandes lançamentos de 2009, o que talvez significa que qualquer novo projeto só comece no próximo ano, deixando a existência de Crackdown 2 um pouco mais longe do que talvez os gamers gostariam.

Bem, então rumor resolvido. Crackdown 2 ainda em discussão com a Microsoft, pela Realtime Worlds e não pelo novo estúdio Ruffian Games.

Read Full Post »

https://i1.wp.com/img178.imageshack.us/img178/2564/crackdownde8.jpg

Em conversa com a videogaming247, Colin Macdonald da Realtime Worlds falou um pouco sobre possibilidade de num futuro haver Crackdown 2. Crackdown foi um grande lançamento tempos atrás por trazer consigo o famoso Beta de halo 3, aquele que baniu um monte de caixistas piratas.

Mas não coloquei muita fé nas palavras de Colin. Primeiro ele diz que foi uma horrível decisão não levar em consideração no momento certo a continuação do game. Poderiam ter seguido para um segundo game e não foram.

Mas ele diz que a empresa não descarta a possibilidade de uma continuação. Obviamente, no momento isso não poderia acontecer, pois a empresa está ocupado com APB (All Points Bulletin) um MMO que não faço idéia do que se trata entre outras coisas. Ou seja, pode acontecer, mas num futuro distante.

Ele comenta também sobre a paixão da equipe que desenvolveu o game, lembrando que alguns tem tatuagens com a temática de Crackdown.

Enfim, ele termina com algumas palavras meios frias, dizendo que no fim do dia eles precisam fazer o que for melhor para a empresa. Que precisam se manter nos negócios. E que os números de Crackdown não foram suficientes (?!). Comentário estranho eu diria. E continua dizendo que eles não podem trabalhar fazendo apenas o que gostam, se tais coisas não garante a solidez da empresa.

Finalzinho bizarro, dá a entender que talvez o medo de um fracasso com Crackdown 2 não seja algo que a empresa possa aguentar, com base no que conseguiram com Crackdown 1.

O que não deixa de ser verdade, já que muitas das vendas de Crackdown foram auxiliadas graças ao Beta do Halo 3. Uma continuação não teria nada disso e teria a difícil tarefa de superar o primeiro, que diga-se de passagem é excelente dentro de seus parametros.

Não imagino uma continuação como obrigatória, mas seria divertido um novo game. Entretanto haveria a necessidade de muitas modificações para melhorar a performance do primeiro. Uma nova cidade, com muito mais opções e interatividade. Talvez a inclusão de outros veículos além de carros, como lanças, aviões e helicópteros. Novas armas, mais apelonas é claro. Multiplayer para muitos pessoas. Novos poderes obvimentos, mais challegens diversos, muitos mais orbs (eu triplicaria). E um sistemas de missões diferente do primeiro que se limitava a apenas massacrar gangues. Entretanto falando tudo isso, percebo que muitas destas coisas GTA IV já faz, com exceção dos superpoderes… o que complica um pouco um Crackdown 2.

Não acho que venha a acontecer tão cedo essa contiuação e não tenho uma palpite exato se seria mesmo necessário ou novo game e que este superasse o primeiro.

[Via videogaming247]

Read Full Post »